Índice da edição de 22/02/2010

Programa EcoDebate e Sustentabilidade no rádio, transmitido de 14 a 18/02/2010 O ano de 2010 e o futuro do rio São Francisco, artigo de João Suassuna Ecologia Interior: Deixe de ser infantil e volte logo a ser criança, artigo de Américo Canhoto A hipocrisia da simples ‘neutralização’ de carbono, artigo de Newton Figueiredo Intoxicação pelas folhas verdes de fumo preocupa produtores e médicos Ibama identifica 150 empresas fantasmas de compra e venda de madeira no

Programa EcoDebate e Sustentabilidade no rádio, transmitido de 14 a 18/02/2010

O programa "EcoDebate e Sustentabilidade", no rádio, tanto quanto no Portal, é focado em temas ligados às questões socioambientais, dosando cidadania e meio ambiente como questões centrais dos grandes debates. O programa nas rádios é uma realização da Câmara de Cultura, com apoio da Eletrobrás, a partir de informações e conteúdos do Portal EcoDebate. No estado do Rio de Janeiro acompanhe a programação do "EcoDebate e Sustentabilidade" nas seguintes rádios,

O ano de 2010 e o futuro do rio São Francisco, artigo de João Suassuna

[EcoDebate] Temos escrito muito sobre o projeto da transposição do rio São Francisco. Nos últimos 15 anos, entre entrevistas e artigos, foram cerca de 80 textos publicados, os quais se encontram circulando na internet. Durante todo esse tempo, temo-nos posicionado contrários à execução da obra, por entendermos existir um indesejável risco hidrológico no rio, o que irá dificultar a realização de projetos como esse. Entendemos, também, que o Nordeste possui muita

Ecologia Interior: Deixe de ser infantil e volte logo a ser criança, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Uma criança é capaz de permanecer horas maravilhada com a beleza de uma joaninha; observando o vai vem das formigas á cata de comida; embevecer-se com o canto de um pássaro; deslumbrar-se com a paisagem – mas, á medida que o tempo passa; a educação e a cultura retiram dela a sensibilidade e a doçura; substituindo-a cada vez mais rápido pelas sensações; não raro em desgoverno – a capacidade

A hipocrisia da simples ‘neutralização’ de carbono, artigo de Newton Figueiredo

[EcoDebate] Muitas empresas têm encontrado o fácil caminho da plantação de mudas de árvores, que levarão 20 anos para seqüestrar carbono, para tentar convencer os consumidores de que já compensaram seus pecados poluidores e que estão, novamente, livres e "zeradas" para continuarem poluindo. Na propaganda televisiva, até detergente virava uma gigante árvore, instantaneamente, na frente de um espectador infantil que não crescia. Era a lenda da semente de feijão reinventada. Carbono

Intoxicação pelas folhas verdes de fumo preocupa produtores e médicos

[EcoDebate] Colheita da safra está no final e procedimentos do Ministério da Saúde para orientar fumicultores e profissionais da assistência médica não foram implantados a tempo. Fetraf-Brasil, ACT e universidade norte-americana se unem para garantir proteção às famílias de fumicultores. A doença do tabaco verde (GTS – Green Tobacco Sickness), que atinge de 53% a 88% dos trabalhadores nas plantações de fumo da Índia, de acordo com a Organização Mundial de

Ibama identifica 150 empresas fantasmas de compra e venda de madeira no Pará

Madeira ilegal apreendida pelo Ibama, em foto de arquivo A Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Pará identificou mais de 150 empresas fantasmas de comercialização de madeira e outros produtos florestais. O número é um dos resultados parciais da Operação Caça-Fantasma, que rastreia a cadeia produtiva florestal no estado. As empresas flagradas pelo Ibama forneciam informações falsas sobre planos de manejo e guias florestais

Ex-prefeito é condenado por inércia em solucionar problemas de lixão em Queimadas(PB)

Decisão resulta de ação de improbidade administrativa proposta pelo MPF em Campina Grande A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Queimadas (PB) Saulo Leal Ernesto de Melo por omissão administrativa e descumprimento de acordo judicial firmado em ação civil pública, ajuizada em 2006, para realizar medidas emergenciais no lixão da referida cidade e construir aterro sanitário. A decisão atende pedido do Ministério Público Federal em Campina Grande (MPF/PB), autor da ação de

Que faremos com o clima? artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] A recente sanção presidencial à lei brasileira sobre mudanças climáticas (Estado, 29/12), as novas previsões sobre a safra de grãos no País (10/2), ao lado do noticiário sobre desastres provocados por chuvas e inundações nos últimos meses, reafirmam que o País precisa preocupar-se - e muito - com a questão do clima. Embora se anteveja um aumento da safra de grãos, há culturas e regiões nas quais

‘novo urbanismo’ Um outro olhar para as favelas, artigo de Stewart Brand

Adeptos do 'novo urbanismo' veem vantagens nas altas concentrações populacionais, cujo estilo de vida pode inspirar soluções [O Estado de S.Paulo] Em 1983, o arquiteto Peter Calthorpe mudou-se para uma casa-barco em Sausalito, uma cidade na Baía de São Francisco - onde eu também moro - com a mais alta densidade de moradias na Califórnia. Calthorpe procurou o elemento mágico do design que fazia com que a comunidade de Sausalito funcionasse

Promover a agroenergia industrial para exportação é hipotecar a Soberania Alimentar, entrevista especial com Camila Moreno

O etanol brasileiro vem ganhando cada vez mais fãs na indústria mundial. Em janeiro, a Agência Americana de Proteção Ambiental classificou o etanol produzido da cana com um biocombustível avançado, ou seja, que sua emissão reduz significativamente a emissão de dióxido de carbono em relação à gasolina. “Na prática, a classificação do etanol de cana como “avançado” segundo o critério da agência dos EUA não altera em nada a continuidade

Produção maior de cana carrega problemas socioambientais

Em 2009, houve 1.911 libertações no setor da cana em Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Pernambuco, e Rio de Janeiro. Em São Paulo, há excesso de jornada e más condições de segurança, higiene e alimentação Por Centro de Monitoramento de Agrocombustíveis Apesar da entrada de grupos estrangeiros e das iniciativas do governo Lula para enquadrar o setor sucroalcooleiro, a safra 2008/09 da cana-de-açúcar terminou com uma série de passivos socioambientais.

Top