Indonésia: plantações, direitos humanos e REDD, artigo de Chris Lang

Antes da chegada das plantações, os moradores em Teluk Kabung na província Riau em Sumatra cultivavam coco. Há alguns anos, milhares de hectares de floresta nos arredores do povoado foram cortados e substituídos por monoculturas de acácia para fornecer as operações maciças [celulose e papel] da Ásia Pulp and Paper. “Logo que eles cortaram as árvores nas florestas, as pestes pulularam, e devoraram nossos coqueiros,” disse um morador a Mitra

Belo Monte: ‘A importação de um modelo de desenvolvimento do sul-sudeste para a Amazônia’

“A questão da discussão do setor elétrico no Brasil é tão focada na hidrelétrica que não consegue ver alternativas. Isso é um erro histórico porque os grandes potenciais hídricos estão na Amazônia, a implantação de todos esses aproveitamentos, como por exemplo quatro ou cinco barramentos no Rio Tapajós, outros tantos no Madeira, outros no Araguaia-Tocantins, e vai acabar condicionando qual é o modelo de desenvolvimento sustentável que se pode ter

Haiti, da adoção ao tráfico de crianças

Um menino, atrás dos portões do "SOS Children", em Croix des Bouquets, perto de Port-au-Prince. Foto AFP/ROBERTO SCHMIDT/LE MONDE Dez dias depois do terremoto que devastou o Haiti, uma funcionária da Unicef visitou colegas evacuados de Porto Príncipe para o hotel Santo Domingo, situado na beira-mar da capital dominicana. Um grupo de várias dezenas de crianças haitianas, acompanhadas de alguns estrangeiros, chama atenção. Interrogado, um dos responsáveis pelo grupo responde que

Top