Índice da edição de 27/01/2010

Capitalismo Verde x Capitalismo Cinza, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Desastres naturais: Amostras de hoje indicam o futuro, artigo de Maurício Gomide Martins A importância da justiça ambiental frente à ‘injustiça’ da crise ambiental, artigo de Valdir Lamim-Guedes Atração fatal: o terremoto no Haiti e a prevenção de tragédias, artigo de Alberto Veloso Fórum Social Mundial-FSM denuncia criminalização dos movimentos sociais Boaventura de Sousa Santos acredita que próxima década será mais problemática para a América

Capitalismo Verde x Capitalismo Cinza, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

Imagem: Photobucket/Eco-fidelity.com [EcoDebate] Entramos o ano com Gaia exibindo sua fúria, tragicamente. O fenômeno geológico do Haiti, agravado pela miséria, os fenômenos ambientais brasileiros, como Angra, Paraitinga e São Paulo, confirmam a força assombrosa da natureza, superior ao ser humano. Ou nos adequamos às suas leis, ou ela nos devora. Nesse sentido é preciso analisar 2010, o ano das eleições presidenciais, a primeira depois da era Lula. Para muitos, pessoas de grande

Desastres naturais: Amostras de hoje indicam o futuro, artigo de Maurício Gomide Martins

Porto Príncipe (Haiti) – O tremor sentido, em 20/01, na capital do Haiti, que teve o seu epicentro ao sul do país, causou a queda dos escombros no o bairro de Bel Air, região central da capital, uma das áreas mais atingidas na semana passada. A população revira os escombros atrás de objetos que possam ser vendidos Foto: Marcello Casal Jr/ABr [EcoDebate] As recentes tragédias em Angra dos Reis e

A importância da justiça ambiental frente à ‘injustiça’ da crise ambiental, artigo de Valdir Lamim-Guedes

[EcoDebate] Os problemas ambientais não são democráticos. Talvez muita gente ache isto estranho, por que se a alteração do clima atinge o planeta inteiro, como ela não é democrática? Isto ocorre porque, apesar de o fenômeno acontecer globalmente, ele acontece de forma desigual – com algumas áreas sofrendo maiores impactos - e as pessoas respondem as alterações de formas diferentes, conforme o acesso à tecnologia e a renda de cada

Atração fatal: o terremoto no Haiti e a prevenção de tragédias, artigo de Alberto Veloso

Epicentros de terremotos na Terra, 1963-1998. Imagem Nasa/Wikipedia [EcoDebate] O catastrófico terremoto que atingiu o Haiti na última terça-feira misturou ingredientes da natureza e do homem: magnitude elevada, profundidade focal rasa e epicentro próximo de áreas densamente povoadas – com construções frágeis e inadequadas para suportar altas acelerações do terreno. O resultado não poderia ser diferente: destruição em massa, elevado número de mortos e feridos e uma multidão incalculável de desabrigados.

Fórum Social Mundial-FSM denuncia criminalização dos movimentos sociais

[Por Cristiano Morsolin*, para o Ecodebate] "Dez anos depois: Desafios e propostas para um outro mundo possível". Esse foi o tema do seminário que abriu as atividades do Fórum Social Mundial 10 anos, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. João Pedro Stédile, da coordenação nacional do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), reforçou que o próprio Forum já nasceu de forma coletiva. Fez referência a outras iniciativas que se

Boaventura de Sousa Santos acredita que próxima década será mais problemática para a América Latina

Porto Alegre - O sociólogo português Boaventura Souza Santos encerrou o 6º Fórum Mundial de Juízes, que teve como tema neste ano Avanços Civilizatórios (24/01/2010). Foto: Renato Araújo/ABr Os avanços políticos conquistados na última década na América Latina podem se perder nos próximos anos, na avaliação do sociólogo e jurista português Boaventura de Sousa Santos. Ele encerrou, no dia 24/01, as discussões do 6º Fórum Mundial de Juízes, na capital gaúcha. O

Hidrelétrica de Belo Monte: Povos do Xingu pedem ajuda para resistir aos mais fortes ataques do capital

Os povos do Xingu, que resistem à construção da Hidrelétrica de Belo Monte há mais de 20 anos, sofrem neste momento seu mais pesado ataque e precisam do auxílio de todos aqueles que compreendem o quanto é importante discutir melhor o impacto da construção de hidrelétricas na Amazônia. Este foi o apelo do representante do Movimento Xingu vivo, Dion Monteiro, durante a abertura do 290 congresso do ANDES-SN. "Os povos do

Macrozoneamento Econômico e Ecológico da Amazônia entra em consulta pública

Sua principal função é promover a transição do padrão econômico atual para um modelo de desenvolvimento sustentável na região, capaz de contemplar as diferentes realidades e prioridades de territórios da Amazônia Um novo modelo de exploração dos recursos naturais e do uso do solo da região amazônica. Isso é o que propõe o documento-base do Macrozoneamento Ecológico e Econômico (ZEE) da Amazônia que será disponibilizado para consulta pública na internet a

Indicados seis nomes do Grupo de Trabalho da Comissão da Verdade

O Diário Oficial da União publica hoje (27) os nomes dos seis componentes do grupo de trabalho que deverá elaborar até abril o projeto de lei para criar a Comissão Nacional da Verdade. Esta comissão vai apurar crimes comuns praticados por agentes do Estado desde 1946 até 1988, sobretudo durante a ditadura militar (1964-1985). De acordo com a Casa Civil da Presidência da República, os nomes do governo são: o

Pesquisa da Embrapa Cerrados avalia novas fontes para produzir etanol

O Brasil, que atualmente produz etanol basicamente a partir da cana-de-açúcar, poderá contar, no futuro, com novas possibilidades para produção do combustível. A Embrapa Cerrados – unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, localizada em Planaltina (DF) – coordenará a partir deste ano pesquisas para avaliar fontes de biomassa que podem ser usadas para produzir o chamado etanol de segunda geração. Para isso, o projeto vai avaliar o uso de gramíneas

Ato público contra trabalho escravo reúne autoridades e sindicalistas no MPT-MG

Cerca de 120 pessoas, entre elas diversas autoridades e representantes de entidades da sociedade civil,  participaram do ato público, apoiaram abaixo-assinado pela aprovação da PEC do Trabalho Escravo e carta aberta pela reestruturação das fiscalizações no Noroeste de Minas. O ato público, intitulado “Combate ao Trabalho Escravo em Minas Gerais – Perspectivas e Desafios”, foi promovido pelo Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT) e pela Coordenadoria Nacional de Combate

Top