Índice da edição de 22/01/2010

O jogo do poder sob o ponto de vista de segurança internacional em relação às mudanças climáticas, artigo de Carol Salsa O ‘jeitinho do bem’, artigo Montserrat Martins A ’sustentabilidade’ dos pontos de vista, artigo de Américo Canhoto Desastre no Haiti, artigo de Bruno Peron Presidente do STF suspende demarcação indígena em Roraima Índios e fazendeiros divergem sobre suspensão da homologação de terras indígenas pelo presidente do STF Duplicação da Rodovia MT-251: ICMBio fará comunicação de

O jogo do poder sob o ponto de vista de segurança internacional em relação às mudanças climáticas, artigo de Carol Salsa

[EcoDebate] A necessidade de novos conceitos que possam sugerir uma paz objetiva passa por reformulações imprescindíveis ao jogo do poder do sistema internacional dos Estados. Uma regulamentação internacional é esperada de tal forma a associar desenvolvimento com estabilidade no sistema. Desenhar uma nova arquitetura perpassa ao debate multilateral para se definir esta normativa. Segurança internacional deve ser entendida como algo que abarca toda a humanidade e que enfoca a multidimensionalidade das

O ‘jeitinho do bem’, artigo Montserrat Martins

Foto: SXC.hu "Eu não sou contra a burocracia. A burocracia é que é contra mim" (Giba Giba, cantor) [EcoDebate] Numa das licenças-saúde do Paulo Sant'Ana, foi lá em 30 de julho de 2009, o Léo Gerchmann foi interino na coluna dele e lançou a tese "O jeitinho do bem". A idéia do Léo é a seguinte: "O malfadado jeitinho brasileiro é resolver as coisas com criatividade, com malícia. Somos um povo

A ‘sustentabilidade’ dos pontos de vista, artigo de Américo Canhoto

Vitimas do terremoto atendidas em hospital de campanha do MINUSTAH. Foto ONU/Sophia Paris [EcoDebate] Em situações extremas costumamos escancarar a realidade da nossa intimidade; muito diferente ás vezes daquela personalidade que exibíamos para o público externo – Isso vale também para o comportamento da sociedade em geral – sob certos estímulos nós mostramos exatamente quem somos como pessoas e grupo. Exemplo no caso do Haiti – Quanto à população atingida a preocupação

Desastre no Haiti, artigo de Bruno Peron

Abrigos improvisados usados pelos desabrigados em Port-au-Prince, Haiti. Foto ONU/Marco Dormino [EcoDebate] O terremoto que teve lugar no Haiti em 12 de janeiro de 2010 comoveu o mundo. Tarde funesta entre tantas outras carências. De país mais pobre e de menor renda per capita da América passou à condição de devastado. A natureza apontou o dedo e escolheu uma vítima geográfica que não teria condições de resistir. Não desta vez. A exatidão do

Presidente do STF suspende demarcação indígena em Roraima

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma liminar no Mandado de Segurança (MS) 28574 para suspender parcialmente a demarcação da terra indígena Anaro, em Roraima, somente em relação à parte que abrange a Fazenda Topografia. A decisão atende a um pedido dos proprietários da fazenda que se sentiram prejudicados por um decreto do presidente da República, publicado no dia 21 de dezembro de 2009. Esse decreto

Índios e fazendeiros divergem sobre suspensão da homologação de terras indígenas pelo presidente do STF

A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, de suspender a homologação de terras indígenas até que o assunto seja julgado, provocou questionamentos de líderes indígenas e de representantes de entidades como o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e a Fundação Nacional do Índio (Funai). Os fazendeiros e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) elogiaram a decisão. Nos dias 19 e 20 deste mês, o

Duplicação da Rodovia MT-251: ICMBio fará comunicação de crime ambiental ao Ministério Público Federal

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) encaminhará na próxima semana a comunicação de crime ambiental ao Ministério Público Federal (MPF) e ao Ministério Público Estadual (MPE) referente à obra de duplicação da Rodovia MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, que foi iniciada sem o devido licenciamento e Estudo de Impacto Ambiental. Desde o dia 11 de dezembro de 2009, a empresa responsável pela obra já havia

Rio firma acordo de cooperação técnica com a Caixa para implantação do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo

A Secretaria do Ambiente do Rio de Janeiro assinou, em 19/01, acordo de cooperação técnica com a Caixa Econômica Federal para implantação do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo em vários pontos do estado. O acordo prevê a criação de sete aterros sanitários para receber resíduos sólidos das cidades nas suas redondezas, dentro do Programa Lixão Zero, do governo estadual. Compareceram à solenidade, na Secretaria do Ambiente, representantes das prefeituras de Mendes, Arraial

Projeto no Rio Grande do Sul reforça produção agroecológica de sementes de hortaliças

A produção agroecológica de sementes de hortaliças nos assentamentos rurais das localidades de Hulha e Candiota, no Rio Grande do Sul, por meio da parceria com agricultores familiares integrantes da Rede Bionatur, é o principal foco do projeto desenvolvido pela Embrapa Hortaliças, com recursos do CNPq, e apoio da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), de Piracicaba (SP). Criada por agricultores assentados do RS, a Bionatur produz e

Bahia: MPF propõe 243 ações de improbidade, contra ex-prefeitos e outros ex-gestores, por desvio de verbas federais

As ações foram propostas em dezembro último e são relativas a ex-ocupantes de cargos públicos que tiveram mandato entre 2000 e 2004 O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) ajuizou, em dezembro último, nas diversas Varas da Justiça Federal no estado, 243 ações de improbidade administrativa contra ex-prefeitos e outros ex-gestores baianos. As ações são relativas a ex-ocupantes de cargos públicos que tiveram mandato entre 2000 e 2004 e cujos

Tagged

Terremotos ocorrem todos os dias e não há como evitá-los

Epicentros de terremotos na Terra, 1963-1998. Imagem Nasa/Wikipedia O tremor sentido, no dia 20/01, no Haiti, de 6.1 graus na escala Richter teve intensidade bem menor do que o ocorrido há uma semana, de 7 graus, que destruiu inúmeras construções, causando dezenas de milhares de mortes. Isso porque a escala é logarítmica, como explica a pesquisadora do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), Mônica Von Huelsen. “Um evento de 6.1 graus

Depois de Haiti e Sichuan, onde será a próxima tragédia?

Haiti, Sichuan, amanhã... Como poderíamos, aqui e agora, não pensar no Haiti? E não buscar, para além da comoção, o sentido que um acontecimento como esse traz, e que permite um preparo para o futuro? Mas, saturada de emoção, a tragédia ainda foge da discussão. "Analisar enquanto todas essas pessoas sofrem! Não tem vergonha?" Não. Analisemos, para não permanecermos em silêncio, alheios a este sofrimento. Poderíamos lembrar que, na sociedade do espetáculo,

O terremoto no Haiti esmagou ainda mais os pobres do país

Porto Príncipe (Haiti) - O tremor sentido, em 20/01, na capital do Haiti, que teve o seu epicentro ao sul do país, causou a queda dos escombros no o bairro de Bel Air, região central da capital, uma das áreas mais atingidas na semana passada. A população revira os escombros atrás de objetos que possam ser vendidos Foto: Marcello Casal Jr/ABr O terremoto esmaga os pobres - Depois do terremoto,

Projeto de fostareira em Anitápolis, na Grande Florianópolis, gera celeuma ambiental em SC

Ambientalistas temem que o projeto tenha impacto nos rios da região e possa atingir a área da baleia franca A exploração de uma jazida de fosfato em Anitápolis, na Grande Florianópolis, provocou uma disputa entre ambientalistas, governo do Estado e a Indústria de Fosfatados Catarinense (IFC), joint venture entre a norueguesa Yara e o braço de fertilizantes da americana Bunge. Uma liminar obtida por ambientalistas da ONG Montanha Viva suspendeu os efeitos

PR: Programas do governo e empresas trocam pinus, espécie exótica que causa danos ao ecossistema, por árvores da flora local

Rodrigo Ribeiro, gerente do projeto Serra Nativa: área recuperada fará parte de um parque nacional quando a substituição de árvores estiver concluída. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo Árvores como o pinus tiveram uma época de sucesso em décadas passadas: usado na produção de papel, celulose e madeira para móveis, o pinus crescia rápido e era uma opção mais viável para o reflorestamento. Mas, por não ser originário do Brasil, se tornou

Embrapa desenvolve plástico comestível para substituir embalagens

Infográfico do Correio Braziliense. Para acessar o infográfico no tamanho original clique aqui. Estudos desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) deram origem a películas naturais e comestíveis que podem substituir plásticos sintéticos usados para envolver e proteger alimentos. Produzidos a partir de polímeros naturais, os chamados biopolímeros, os filmes têm a vantagem de serem biodegradáveis (podendo até mesmo ser ingeridos pelo homem), amenizando o problema do lixo no planeta.

2010: um ano de incertezas, artigo de Rogério Grassetto Teixeira da Cunha

Foto de Salvatore Vuono/FreeDigitalPhotos.net [Correio da Cidadania] É um exercício difícil e arriscado tentar imaginar a pauta ambiental e tentar prever eventos importantes para o ano que se iniciará sem cair na tentação de antecipar o que inevitavelmente acontece, e cada vez mais: mais desmatamentos, secas e chuvas catastróficas, lixo e poluição. Porém, 2010 apresenta uma dificuldade adicional: trata-se de um ano eleitoral, situação em que o tabuleiro do jogo político e

As incertezas da descarbonização, artigo de José Eli da Veiga

[Valor Econômico] Há três razões para que não se repita no México o desastre de Copenhague. Primeiro, porque em breve serão conhecidas as potencialidades e limitações da reforma energética que terá sido aprovada pelo Congresso dos EUA. Segundo, porque isso permitirá que o governo Obama se empenhe em formular com a Europa e com o Japão uma oferta conjunta que leve as maiores nações emergentes a desacelerar a disparada de

Top