Índice da edição de 15/09/2009

Merecer a Terra: Comunidades quilombolas e meio ambiente em Mata Roma e Anapurus, artigo de Mayron Régis Meio ambiente: é preciso agir agora!!, artigo de Ana Echevenguá Auditores resgatam 70 trabalhadores na condição análoga à de escravos na Bahia Audiências públicas de Belo Monte são ilegais e imorais Ibama vai reavaliar multas a pecuaristas no Pará por desmatamento ilegal MPF/MT denuncia proprietário e pede a interdição da Usina Jaciara que funcionava sem registro e licenças

Merecer a Terra: Comunidades quilombolas e meio ambiente em Mata Roma e Anapurus, artigo de Mayron Régis

[EcoDebate] O texto, a seguir, devota-se a uma simples palavra que anda meio apagada das memórias individual e coletiva na sociedade capitalista. Apaga-se com um leve bocejar como se a manhã de hoje extinguisse totalmente a noite de ontem sem que a claridade e a escuridão se agarrassem antes de partirem para outro rumo e para outra localidade incomensuráveis. A palavra pode denotar grandeza ou a busca dela como

Meio ambiente: é preciso agir agora!!, artigo de Ana Echevenguá

Imagem: IHU [EcoDebate]  Cada homem é um ser social e sua sobrevivência depende do meio ambiente que o cerca. Ou seja, o homem da cidade precisa do arroz e da alface plantados pelo homem do campo. Partindo dessas premissas, podemos concluir que as lutas sociais prescindem de lutas ambientais já que buscam o mesmo objetivo: a sadia qualidade de vida de todos. "O mundo de daqui a cinco décadas simplesmente não pode

Auditores resgatam 70 trabalhadores na condição análoga à de escravos na Bahia

Ação ocorreu em fazenda de algodão em Sebastião Laranjeiras Auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia (SRTE-BA), realizaram ação de fiscalização em uma fazenda de algodão no município de Sebastião Laranjeiras e encontraram 70 trabalhadores na condição análoga à de escravo. Também foram encontrados uma criança de 12 anos e um adolescente de 17 anos na mesma situação.

Audiências públicas de Belo Monte são ilegais e imorais

Protestos e manifestações populares marcaram a terceira audiência pública sobre Belo Monte que aconteceu ontem em Altamira. Faixas de protesto decoravam os muros do lado de fora do Ginásio Esportivo no bairro Brasília, onde reuniram-se cerca de 6.000 pessoas, com forte presença policial (mais de 300 homens). Durante 11 horas, moradores de Altamira e região, agricultores familiares, indígenas, comerciantes, políticos, funcionários dos órgãos governamentais, fazendeiros, movimentos sociais e pesquisadores debateram

Ibama vai reavaliar multas a pecuaristas no Pará por desmatamento ilegal

Gado apreendido durante a Operação Boi Pirata, nov/2008. Foto de Hermínio Lacerda, Ibama O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vai realizar um mutirão para reavaliar as multas aplicadas a pecuaristas do Pará. Os produtores, réus em ações por desmatamento ilegal, argumentam que os valores cobrados pelo Ibama estão muito acima do previsto na legislação ambiental. O acordo para a força-tarefa foi fechado ontem (14) em

MPF/MT denuncia proprietário e pede a interdição da Usina Jaciara que funcionava sem registro e licenças ambientais

Uma fiscalização do Ibama constatou que a usina funcionava sem registro e demais licenças ambientais O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) ofereceu denúncia contra o empresário Mounir Naoum e pediu a interdição cautelar (preventiva) da Usina Jaciara, produtora de álcool e açúcar, até que o cadastro junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) seja regularizado. 18699

CSN vai pagar R$ 1,5 milhão por ano pela água do Paraíba do Sul

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) aceitou pagar a quantia anual de R$ 1,5 milhão pelo uso da água do Paraíba do Sul, depois de entrar em acordo com a Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro em uma ação judicial que tramitava desde 2003. A informação foi divulgada ontem (14) pela secretaria. O acordo foi feito depois de dois acidentes ambientais seguidos ocorridos na empresa, em junho e agosto deste

Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Recifais: Preservação dos Recifes de Coral é responsabilidade de todos

Os Recifes de Coral, um dos ecossistemas mais frágeis e ameaçados do planeta, vêm recebendo atenção especial do Governo Federal. Diversas ações e projetos são desenvolvidos desde 2000, quando se iniciou o mapeamento dos recifes rasos do Brasil, como o Programa Nacional de Monitoramento dos Recifes de Coral, e ainda, projetos de conservação desses ecossistemas como o Projeto Recifes Costeiros e o Projeto Coral Vivo. 18693

Sistema trata água sem utilizar produtos químicos

Tanque com brita e areia, antes de receber os cultivos de plantas Tratar a água utilizada em residências sem produtos químicos, por meio de um reservatório com cultivo de plantas, é possível com uma técnica pesquisada na Escola Politécnica (Poli) da USP. O sistema, conhecido como “wetlands”, não utiliza energia elétrica e disponibiliza a água para reúso não potável, principalmente em irrigação. O método testado pelo ecólogo Rodrigo Cesar de Moraes

Estudo da Embrapa mostra que uso de lodo de esgoto como adubo para cultura agrícola pode contaminar o solo

Alerta para o lodo – As estações de tratamento de esgoto produzem grandes quantidades de lodo como resíduos dos processos ali utilizados. Para que a destinação desse material deixe de ser um problema ambiental de grande escala e se torne uma solução agrícola, uma das alternativas mais promissoras é o uso do lodo de esgoto – rico em matéria orgânica, fósforo e nitrogênio – como adubo de plantas cultivadas. Mas um

‘A natureza tem menos responsabilidade do que nós em quase todos os desastres’. Entrevista com Andrew Maskrey

Blumenau (SC) – Casas no bairro Progresso, após as chuvas de janeiro/2009. Foto: Wilson Dias/ABr Cada sociedade, não importa quão desenvolvida, cria suas próprias condições de risco. Às vezes, o detonador é a pobreza. Outras, um crescimento muito rápido e desigual. Sempre, a escassa vontade política de prevenir . Há catástrofes que adquirem sua forma por uma soma de desatenções humanas e provocações técnicas contra a natureza. E há outras que mostram

Top