Índice da edição de 01/09/2009

Boletim de áudio com os destaques da edição de 01/09/2009 Amazônias várias: Tapajós, Juruti, Óbidos, Almerim…. e os grandes projetos, artigo de Rogério Almeida Fraternidade Ecológica, artigo de Moisés Diniz Asbestose no Brasil: um risco ignorado 21 de setembro: Dia Internacional Contra as Monoculturas de Árvores Em carta aberta, bispos do Pará e Amapá condenam os empreendimentos devastadores do PAC Gesel/UFRJ afirma que o modelo energético brasileiro não valoriza energias renováveis Entenda como é feito o pagamento

Amazônias várias: Tapajós, Juruti, Óbidos, Almerim…. e os grandes projetos, artigo de Rogério Almeida

[EcoDebate] Quantas paisagens existem no universo amazônico? Quantos e quais são os seus agentes econômicos, políticos e culturais? Para a regra e o compasso do horizonte do desenvolvimentismo, indígenas, quilombolas, sem terra, assentados da reforma agrária, garimpeiros, pescadores, extrativistas, vazanteiros, quebradeiras de coco fazem parte de uma paisagem incômoda. Uma pedra a ser removida para que as luzes do progresso possam acessar o território secular por eles habitado e as riquezas

Fraternidade Ecológica, artigo de Moisés Diniz

Imagem: Stockxpert [EcoDebate] Quanto texto, conferência, dissertação, opinião, tinta, tipografia, hemorragia de letras e quanto verbo acerca da necessidade de manter preservada a floresta. Só a quantidade de celulose utilizada em bilhões de páginas de papel, escritas sobre o assunto, reporia 2% da floresta devastada do planeta. E ninguém sugere que olhemos para as nossas origens na floresta, após a nossa longa, fria e tenebrosa passagem pelas águas. 18225

Asbestose no Brasil: um risco ignorado

Asbestosis in Brazil: an unknown risk Diogo Dupo NogueiraI; Diógenes A. CertainII; Setsuko Jo UesuguiIII; Rosa Kioko KogaIII; Herval Pina RibeiroIII IDa Disciplina de Saúde Ocupacional, Departamento de Saúde Ambiental da Faculdade de Saúde Pública da USP – Av. Dr. Arnaldo, 715 – São Paulo, SP – Brasil IIDa Disciplina de Tisiologia, Departamento de Epidemiologia,

21 de setembro: Dia Internacional Contra as Monoculturas de Árvores

No próximo 21 de setembro – Dia Internacional Contra as Monoculturas de Árvores - organizações do mundo inteiro levarão a cabo atividades em oposição à expansão de plantações de monoculturas de árvores. Em apoio a essas atividades, um grupo de pessoas tem redigido uma declaração, exigindo a detenção da expansão das plantações de monoculturas de árvores, que será amplamente distribuída nessa data a organizações nacionais e internacionais pertinentes. 18219

Em carta aberta, bispos do Pará e Amapá condenam os empreendimentos devastadores do PAC

Nós, bispos do Pará e Amapá, coordenadores de pastoral e representantes dos organismos e pastorais que compõem o Regional Norte II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reunidos em Belém na 32ª Assembléia de Pastoral Regional nos dias 26 a 28 de agosto de 2009, refletimos sobre as CEBs: Comunidade de Vida e Missão. Com muita esperança constatamos que nossas comunidades estão vivas, escutam e meditam a Palavra

Gesel/UFRJ afirma que o modelo energético brasileiro não valoriza energias renováveis

As energias renováveis, especialmente a biomassa e a eólica, não estão sendo devidamente valorizadas pelo modelo energético brasileiro. A afirmação é do coordenador do Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Gesel/UFRJ), Nivalde de Castro. Estudo elaborado pelo Gesel mostra que daqui para a frente, à medida em que as grandes usinas hidrelétricas entrarem em operação, entre as quais as usinas de Jirau, Santo Antonio

Entenda como é feito o pagamento dos royalties de petróleo e gás no Brasil

Mapa da Petrobras mostra região onde estão as reservas de petróleo da camada pré-sal Foto: Divulgação Petrobras. Para acessar o mapa no seu tamanho original clique aqui. Royalties são pagos de acordo com volume de petróleo e gás produzido por concessionárias A legislação brasileira atual prevê que as concessionárias produtoras de petróleo e gás no Brasil devem pagar uma indenização à União, aos estados e municípios, que envolve o pagamento de royalties

Despoluição melhora água sem viabilizar lazer na Billings

Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP aponta que o sistema de tratamento de águas em teste no Rio Pinheiros melhora parcialmente a qualidade da água da represa Billings, permitindo que elas voltem a ser usadas na geração de eletricidade. Entretanto, o trabalho da engenheira Paula Andréia Vilela revela também que a quantidade de poluentes ainda existentes na represa impede a prática de reuso recreacional da água

Características sociais estão intimamente associadas ao tempo de sobrevida das mulheres após o diagnóstico de câncer de mama

Sociologia do câncer – Um estudo feito na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) apontou que características sociais, entre as quais “baixa escolaridade” e “raça e cor”, são fatores importantes associados ao tempo de sobrevida das mulheres após o diagnóstico de câncer de mama. O trabalho foi publicado nos Cadernos de Saúde Pública após a defesa da dissertação de mestrado de Ione Joyce Ceola Schneider, apresentada no Programa de Pós-Graduação em

Em exemplo a ser seguido as lâmpadas incandescentes começam a deixar mercado europeu

Lâmpada tradicional deve ser trocada por versão econômica Medida começa a valer em primeiro de setembro. A saída será gradual: até 2012, as lâmpadas incandescentes serão banidas da União Europeia. Objetivo é economizar energia e poupar o meio ambiente. Uma enxurrada de lâmpadas econômicas invadiu os supermercados europeus: elas vão substituir definitivamente o espaço deixado pelas lâmpadas incandescentes que, até 2012, serão banidas dos países da União Europeia (UE). 18200

Conferência Mundial sobre o Clima, em Genebra, quer criar rede global de dados climáticos

Terceira Conferência Mundial sobre o Clima A Terceira Conferência Mundial sobre o Clima em Genebra não se vê como rival ou cópia do encontro em Copenhague, mas como uma ponte entre as questões climáticas na política internacional e na vida cotidiana. Cerca de mil políticos, cientistas, empresários e governantes participam na Suíça da 3ª Conferência Mundial sobre o Clima, que a Organização Mundial de Meteorologia (OMM) realiza em Genebra entre 31 de

100 dias para Copenhagen: ‘não temos tempo a perder’. Entrevista especial com Lisa Gunn

Tic Tac. Está chegando a hora para a Conferência sobre as mudanças climáticas a ser realizada em Copenhagen. Um movimento que tem como nome exatamente o nome do som que nos lembra que o tempo está passando. Foi criado para que possamos refletir, já que, a partir de hoje, faltam 100 dias para a conferência começar. Uma das consultoras do movimento Tic Tac é a coordenadora do Instituto Brasileiro de

PAC reduz pela metade a criação de novas unidades de conservação ambiental

Queda pela metade de unidades a partir de 2007 coincide com início do programa e fim da gestão de Marina no Meio Ambiente. Diretor do Departamento de Áreas Protegidas da pasta ambiental diz que propostas de criação coincidem com outros interesses do governo A quantidade de áreas destinadas pelo governo Lula a unidades de conservação ambiental caiu quase pela metade, coincidentemente, a partir da criação do PAC (Programa de Aceleração do

Top