Índice da edição de 03/06/2009

Em trimestre encoberto por nuvens, INPE registra 197 km2 de desmatamento na Amazônia CNA protocola denúncia contra Carlos Minc, o qual afirma que ruralistas não vão conseguir tirá-lo do governo Nota de apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) ao ministro Minc Aquecimento Global: Amazônia deve ficar mais seca e quente Maior apreensão de lagostas no Brasil é realizada na Bahia No meio do caminho, o mundo dos camponeses na Amazônia Oriental, entrevista

Em trimestre encoberto por nuvens, INPE registra 197 km2 de desmatamento na Amazônia

O sistema DETER – Detecção do Desmatamento em Tempo Real, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), registrou nos meses de fevereiro, março e abril de 2009, respectivamente, 143 km2, 17 km2 e 37 km2 de desmatamentos por corte raso ou degradação progressiva na Amazônia Legal, totalizando 197 km2. Os números deste trimestre são relativamente baixos por causa da alta cobertura de nuvens no período. Em fevereiro, as nuvens chegaram a

CNA protocola denúncia contra Carlos Minc, o qual afirma que ruralistas não vão conseguir tirá-lo do governo

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), protocolou ontem (2) denúncia por crime de responsabilidade contra o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. A denúncia foi protocolada na Comissão de Ética Pública da Presidência da República e na Procuradoria Geral da República. A decisão foi tomada na semana passada, depois que Minc chamou os ruralistas de “vigaristas” e disse que eles “encolheram o

Nota de apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) ao ministro Minc

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) manifesta seu apoio ao ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que vem sendo duramente golpeado por setores econômicos e forças políticas que nunca assumiram compromissos com o desenvolvimento rural sustentável com base na justiça social e na preservação ambiental. A razão desses ataques é a firme posição assumida pelo ministro durante as negociações do Grito da Terra Brasil 2009, em defesa do tratamento

Aquecimento Global: Amazônia deve ficar mais seca e quente

Aumento de temperatura e poluição concentrada são causas das fortes chuvas que atingem os grandes centros. Foto de Mácio Ferreira Consequências das mudanças climáticas já são sentidas nos centros urbanos Furacões, chuvas prolongadas, ciclones, propagação de doenças, como malária e dengue, extinção de espécies animais e vegetais, enchentes, secas, alagamentos, estiagens prolongadas ou desertificação de algumas áreas e, principalmente, aumento da temperatura da atmosfera. Essas são as principais consequências do aquecimento global,

Maior apreensão de lagostas no Brasil é realizada na Bahia

As 4,5 toneladas de caudas apreendidas equivalem à retirada de mais de doze mil espécimes de lagosta vermelha do mar de forma predatória, no período do defeso Às 11h de sábado (30), uma equipe de fiscalização do Ibama e a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental da Polícia Militar da Bahia-Coppa, flagraram três embarcações lagosteiras com 4,5 toneladas de caudas de lagosta pescadas no período de defeso do crustáceo. Esta é

No meio do caminho, o mundo dos camponeses na Amazônia Oriental, entrevista com Gil Felix

A maior floresta tropical do planeta sempre esteve no alvo de acaloradas discussões sobre preservação ambiental e tem inspirado certo maniqueísmo de opiniões. De um lado, estão grupos que defendem a intocabilidade da Amazônia; de outro, aqueles que acreditam em um desenvolvimento sustentável da região. No centro do debate – e do caminho –, um grupo persiste em construir seus próprios percursos de vida em meio à densa mata tropical.

Operação do Ibama contra desmatamento de araucária aplica R$ 4,1 milhões em multas

A Operação Angustifolia (nome científico do pinheiro araucária) que o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realiza na região centro-sul do Paraná, com o objetivo de inibir o crime de desmatamento da Floresta de Araucária, já aplicou até agora R$ 4,1 milhões de multas e lavrou 133 autos de infração. Do último dia 25 de maio até o dia 01/06 foram apreendidos de 553 metros cúbicos

Instituto de Tecnologia da UFPA propõe construção de casa ecológica

O lodo gerado na Estação de Tratamento do Bolonha pode ser reaproveitado para fabricação de tijolos. Foto de Mácio Ferreira. Pesquisadores da Faculdade de Engenharia Civil apontam soluções ambientalmente viáveis para reaproveitamento de resíduos O que uma garrafa de refrigerante, um vaso de cerâmica, uma folha de papel, um pedaço de alumínio e a água que chega a nossas torneiras têm em comum? Para produzir cada um deles, geramos rejeitos, substâncias que

Polícia Civil do Pará indicia Alunorte pelos danos ambientais causados ao rio Murucupi

DEMA indicia Alunorte por poluição - Inquérito aponta crime ambiental causado por transbordo de resíduos poluentes em rio O delegado Fabiano Amazonas, da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA), indiciou a empresa Alunorte pelos danos ambientais causados ao rio Murucupi, em Barcarena, nordeste paraense. Responsável pelo inquérito que apura os fatos, o policial civil informou que as amostras de água analisadas por peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Instituto Evandro

Estudo analisa a viabilidade da produção de vinho branco a partir do mosto do abacaxi

Vinho de abacaxi – Além do consumo in natura, o abacaxi pode ser aproveitado para sucos, geleias e outros produtos. Mas, apesar da abundância do cultivo no Brasil da planta, seu aproveitamento industrial ainda é pequeno. Uma pesquisa realizada no Departamento de Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro testou a produção de vinhos como alternativa para aproveitar o eventual excedente da produção da planta nativa. 14342

Comunicados à prefeitura de Angra dos Reis sobre acidentes em usinas nucleares terão informações detalhadas

Imagem: Corbis A partir de agora, todos os comunicados referentes a eventos não usuais, como o acidente radioativo do último dia 15 na Usina Nuclear de Angra 2, serão informados com detalhes à prefeitura de Angra dos Reis, município onde se localiza a unidade. A decisão foi tomada no dia 2/6, por maioria, em reunião com integrantes participantes do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro. A medida foi reivindicada pelo prefeito

Top