Índice da edição de 23/04/2009

Mudanças climáticas reduzem o volume do rio Colorado e ameaçam o sudoeste dos EUA Sensibilidade à dor é maior em ratas expostas a produtos químicos estrogênicos durante o desenvolvimento intrauterino Os Heróis e a reportagem interrompida, artigo de Raimundo Gomes da Cruz Neto D. Luiz Cappio receberá Prêmio Kant de Cidadão do Mundo Declaração Final do III Encontro Nacional da Rede Brasileira de Justiça Ambiental Urânio no III Encontro Nacional da RBJA MP protocola representação solicitando

Mudanças climáticas reduzem o volume do rio Colorado e ameaçam o sudoeste dos EUA

Represa Hoover e o lago Mead. Foto do U.S. Bureau of Reclamation. [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Sempre citado, pelos defensores da transposição do rio São Francisco, como um exemplo a ser seguido, o rio Colorado, que já não consegue desaguar no golfo do México, enfrenta uma nova ameaça: escassez e a conseqüente, redução de seu volume. O rio Colorado é responsável pelo abastecimento de dezenas de milhões de pessoas e milhões

Sensibilidade à dor é maior em ratas expostas a produtos químicos estrogênicos durante o desenvolvimento intrauterino

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Ratas adultas expostas a produtos químicos estrogênicos, enquanto se desenvolviam no útero de suas mães, tem maior sensibilidade e reações à dor que as adultas não expostas. O aumento da sensibilidade dolorosa pode ser devido a permanentes mudanças na forma como o desenvolvimento dos nervos, nas ratas que foram expostas, ocorreu. O estudo [Perinatal exposure to xenoestrogens affects pain in adult female rat], publicado na última

Os Heróis e a reportagem interrompida, artigo de Raimundo Gomes da Cruz Neto

[EcoDebate] A mídia no mundo inteiro, inclui-se o Brasil, com raríssimas exceções, sempre esteve a serviço dos interesses das classes dominantes, os capitalistas, predadores, especuladores e parasitas, que vivem da riqueza gerada pela exploração da força de trabalho da classe trabalhadora e espoliação dos recursos naturais e materiais disponíveis na sociedade, com apoio irrestrito da máquina administrativa do Estado, os governos. 12698

D. Luiz Cappio receberá Prêmio Kant de Cidadão do Mundo

D. Luiz Cappio, em foto de arquivo Após o recebimento do prêmio Pax Christi, em outubro de 2008, o bispo da Diocese da Barra, D. Luiz Cappio, será homenageado mais uma vez. No dia 9 de maio, D. Cappio receberá na cidade de Freiburg, na Alemanha, o Prêmio Kant de Cidadão do Mundo, dado pela Fundação Kant. 12695

Declaração Final do III Encontro Nacional da Rede Brasileira de Justiça Ambiental

Dezenas de representantes de organizações socioambientais, ativistas de Direitos Humanos, militantes políticos e lideranças populares participaram, em Fortaleza e Caucaia (Ceará), de uma intensa programação de atividades promovidas pela Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA) que incluiu o III Encontro Nacional da RBJA e o II Seminário de Combate ao Racismo Ambiental . Durante uma semana, dedicaram-se a troca de experiências, debates, avaliação e indicação de estratégias de

Urânio no III Encontro Nacional da RBJA

A questão nuclear foi um dos temas tratados no III Encontro Nacional da RBJA, com a abordagem dos impactos socioambientais causados pela Industrias Nucleares do Brasil no processo de produção de urânio em Caetité, na Bahia, onde começa a cadeia produtiva da energia nuclear gerada pelas duas usinas atômicas de Angra dos Reis. Os participantes do Encontro aprovaram Moção de Apoio ao Padre Osvaldino e à Comissão Paroquial

MP protocola representação solicitando Adin contra dispositivos do Código Ambiental de Santa Catarina

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) protocolou, nesta segunda-feira (20/4), representação ao Procurador-Geral da República, Antônio Fernando Souza, solicitando o ajuizamento de ação direta de inconstitucionalidade (Adin), no Supremo Tribunal Federal (STF), contra dispositivos contidos em 18 artigos do Código Estadual do Meio Ambiente de Santa Catarina, que contrariam a Constituição Federal. Na representação o MPSC solicita que a ADIN seja ajuizada com pedido urgente de concessão de medida

Empresa brasileira produzirá plástico biodegradável em larga escala a partir da cana-de-açúcar

Bactérias são utilizadas para transformar cana em material bioplástico. Foto do Canal Rural Uma empresa brasileira vai produzir anualmente 200 mil toneladas de matéria-prima para a produção de plásticos a partir da cana-de-açúcar, um material totalmente biodegradável que pode se decompor na natureza um ano depois de descartado. O plástico tradicional, que tem o petróleo como matéria-prima, leva mais de 200 anos para degradar-se completamente. 12681

Estudo da UFV conclui que, a partir de 2050, produção de milho e feijão pode cair mais de 30% sob o impacto das mudanças climáticas

Cultura de milho, na África, atingida pela seca Clima, vilão do campo? Dois alimentos que fazem parte da dieta do brasileiro - o feijão e o milho - correm sério risco de ter uma queda considerável de suas produções nos próximos anos, por causa do impacto das mudanças climáticas e da concentração de gás carbônico na atmosfera. Estudo desenvolvido na Universidade Federal de Viçosa (UFV), na Zona da Mata, que sai

Pacote bilionário de socorro aos frigoríficos ameaça a Amazônia

Ilustração da Agência Estado sobre o avanço da pecuária na Amazônia Verba para frigorífico ameaça Amazônia - Estudo aponta que grandes grupos, responsáveis por 40% dos investimentos do BNDES em toda a indústria, avançam na região - Ministério do Meio Ambiente diz negociar que socorro a empresas seja condicionado à aquisição de bovinos de origem legal Beneficiários de quase metade dos investimentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) na

Brasil desperdiça 1 milhão de m3 de biogás por dia

Segundo especialista, volume seria suficiente para acionar uma termoelétrica de 100 MW Por entraves na regulamentação e nas regras do Protocolo de Kyoto, o Brasil queima hoje cerca de 1 milhão de metros cúbicos de gás natural por dia em aterros sanitários, estações de tratamento de água e na agroindústria. O combustível, que representa 3% da capacidade do Gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol), é suficiente para abastecer 200 postos com gás natural veicular

Top