Índice da edição de 08/04/2009

Arquitetura/Urbanismo e Geologia, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Ambientalistas, empresas e governo firmam ‘Pacto pela Restauração da Mata Atlântica’ Carbono do desmatamento colocaria o Brasil entre os maiores poluidores do mundo Adesão dos EUA ao Protocolo de Quioto no acordo sobre mudanças climáticas pode dobrar o mercado de carbono Justiça suspende votação de licenciamento ambiental para projeto de mineração em Paracatu-MG STF concede liminar para suspender lei que proíbe uso de fogo na colheita

Arquitetura/Urbanismo e Geologia, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

[EcoDebate] Em tempos em que se prega a conveniência e a importância de nossa Arquitetura adotar os preceitos da sustentabilidade, vale considerar alguns aspectos essenciais dessa qualificação, até para que algum desavisado não imagine tê-la adotado apenas por abolir cortinas, recomendar a instalação de aquecedores solares e exigir madeira certificada em seus projetos. Graves e onerosos problemas de ordem geológico-geotécnica, como processos de erosão/assoreamento/enchentes, acidentes associados a rupturas de taludes,

Ambientalistas, empresas e governo firmam ‘Pacto pela Restauração da Mata Atlântica’

Área de mata atlântica em Sossego do Arrebol, refúgio do “entufado -baiano” - Merulaxis stressemani Créditos: Rômulo Ribon/Fundação Biodiversitas Dezenas de organizações ambientalistas, universidades, empresas e governos assinaram ontem (7) o Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, esforço que tem o objetivo de incentivar o uso econômico de áreas degradadas da floresta para tentar recuperar 15 milhões de hectares de sua vegetação até 2050. Hoje, restam apenas 7,26% da mata no país.

Carbono do desmatamento colocaria o Brasil entre os maiores poluidores do mundo

Desmatamento na Amazônia, em foto de arquivo MMA As emissões de carbono provenientes do desmatamento são significativas e colocariam o Brasil, caso fossem contabilizadas, na 4ª ou 5ª posição entre os maiories emissores de carbono do Mundo. Por causa disso, segundo o presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Carbono (Abemc), Flávio Gazani, os países industrializados deverão exercer forte pressão para incluir os projetos de conservação florestal no novo

Adesão dos EUA ao Protocolo de Quioto no acordo sobre mudanças climáticas pode dobrar o mercado de carbono

A possibilidade de adesão dos Estados Unidos ao Protocolo de Quioto, ou a um novo acordo que venha a substituí-lo a partir de 2012, pode dobrar o tamanho do mercado mundial de crédito de carbono. “E, fatalmente, o Brasil, como líder desse mercado, seria beneficiado”, afirmou ontem (7) à Agência Brasil o presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Carbono (Abemc), Flávio Gazani. O mercado de

Justiça suspende votação de licenciamento ambiental para projeto de mineração em Paracatu-MG

A Justiça Federal em Patos de Minas concedeu liminar na Ação Civil Pública nº 2009.38.06.001018-9 e determinou a suspensão do processo de votação do licenciamento ambiental referente ao Projeto de Expansão e Lavra requerido pela empresa Rio Paracatu Mineração (RPM), até que os relatórios técnicos de identificação e delimitação de comunidades quilombolas atingidas pelo empreendimento sejam devidamente incluídos e analisados pelo órgão ambiental competente. A Rio Paracatu Mineração pertence ao grupo

STF concede liminar para suspender lei que proíbe uso de fogo na colheita de cana-de-açúcar

Queima da cana-de-açúcar. Foto do Blog Outra Política, de Mari Almeida A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie deferiu liminar em favor do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool de São Paulo (Sifaesp) e do Sindicato da Indústria do Açúcar de São Paulo (Siaesp) para suspender os efeitos de decisão do Tribunal de Justiça do estado (TJ-SP) que considerou válida a Lei 4.446/03, de Botucatu, que proíbe a

Levantamento conta 87 processos envolvendo disputa de terras indígenas tramitando no TRF-3

Levantamento realizado pela Procuradoria Regional da República da 3ª Região (PRR-3) de ações judiciais envolvendo disputa de terras indígenas demonstra que conflitos entre índios e fazendeiros já estão há tempos deflagrados no Mato Grosso do Sul. Foram contabilizados 87 processos tramitando no Tribunal Regional Federal (TRF-3) sobre a questão, em grau de recurso. São ações diversas, como Mandados de Segurança, Ações Declaratórias e Possessórias, movidas por proprietários de terra, que tentam

13% dos brasileiros adultos são obesos

A obesidade aumentou principalmente em mulheres. Hoje, 13,6% delas estão nessa faixa. Excesso de peso se manteve estável nos últimos anos Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde mostra que a obesidade aumentou nos brasileiros. Atualmente, 13% dos adultos são obesos, sendo o índice maior entre as mulheres (13,6%) do que entre os homens (12,4%). Em 2006, quando foi apresentada a primeira edição do estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção

(cisternas para captação de água de chuva) Programa Guarda Chuva beneficiará duas mil famílias em Minas Gerais

Pai Pedro (MG) - Cisterna construída para captação de água em casa do município, localizado a 487 quilômetros de Belo Horizonte Foto: Valter Campanato/ABr A Articulação no Semiárido Mineiro (ASA Minas), através da Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais, celebrou um convênio com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), para a construção de duas mil cisternas para captação de água de chuva e capacitação em gestão de

Mais pobres foram os que menos tiveram melhoria no acesso ao saneamento

Excluindo-se a faixa mais alta de renda (que não tem o que melhorar), proporção de famílias sem esgoto cai menos no setor mais carente De 2004 a 2007, a proporção de brasileiros sem acesso a nenhum tipo de esgotamento diminuiu 22,5%, de acordo com a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). Essa redução, no entanto, não foi uniforme. As casas mais pobres (com renda domiciliar abaixo de um salário mínimo)

México: Milho nativo pode ser contaminado por transgênico

A Campanha Nacional "Sem milho não há país" rechaçou, em comunicado, a decisão do governo mexicano de liberar o cultivo experimental e comercial de milho transgênico, por meio de um decreto presidencial, emitido no último dia 6 de março. O decreto torna sem efeito a moratória estabelecida por cientistas mexicanos, que durante 10 anos proibiu esse tipo de cultivo. "É evidente que aqueles que pressionam e se beneficiarão com os cultivos

Top