Índice da edição de 19/03/2009

Pesquisa relaciona o bisfenol-A (BPA) a danos neurológicos Com 9 a 1 pela demarcação da Raposa Serra do Sol Supremo continuará hoje a julgar ação Senado debate política de cotas nas universidades Declaração de guerra pela água na Câmara Municipal de Paracatu INPE cria página de acesso público para sistema Degrad que identifica áreas em desmatamento na Amazônia Conferência mundial em Cuiabá, MT, discutirá pagamento por serviços ambientais Operação do Ibama em Rondônia aplica multas que

Pesquisa relaciona o bisfenol-A (BPA) a danos neurológicos

Imagem do TreeHugger.com [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Pesquisadores da Yale School of Medicine comprovaram que o bisfenol-A (BPA) pode afetar primatas, tendo observado que ele produziu danos neurológicos em macacos. É a primeira evidência de que o BPA pode afetar a saúde de primatas e, por consequência, também os humanos. A pesquisa foi publicada na edição online da PNAS, Proceedings of the National Academy of Sciences. 11292

Com 9 a 1 pela demarcação da Raposa Serra do Sol Supremo continuará hoje a julgar ação

Índios assistem a julgamento da Raposa. Foto de André Dusek/AE Após os votos do ministro Marco Aurélio Mello, pela nulidade da demarcação em faixa contínua da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, e do ministro Celso de Mello, pela manutenção da demarcação contínua, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, suspendeu o julgamento da questão, que será retomado na sessão de hoje (19). Até o momento,

Senado debate política de cotas nas universidades

Foto: Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Agência Senado Por quase cinco horas, parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado ouviram ontem (18) argumentos a favor e contrários ao projeto de lei, aprovado pela Câmara dos Deputados, que dispõe sobre as cotas para ingresso nas universidades públicas e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio. 11285

Declaração de guerra pela água na Câmara Municipal de Paracatu

Uma verdadeira declaração de guerra pela posse da água. Esse foi o tom da sessão da Câmara Municipal de Paracatu nesta noite. Com a casa lotada e na presença de representantes dos vários segmentos da sociedade, Sergio Dani, presidente da Fundação Acangaú, usou a tribuna para advertir a mineradora transnacional, RPM-Kinross, de que sua insistência no pedido de licenciamento de uma gigantesca barragem de rejeitos no Vale do Machadinho causará

INPE cria página de acesso público para sistema Degrad que identifica áreas em desmatamento na Amazônia

Distribuição do Degrad 2008 Dados do DEGRAD na internet - Sistema inovador criado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) para identificar áreas em processo de desmatamento na Amazônia, o DEGRAD ganhou página própria na internet. No homepage do INPE, a partir do link Amazônia, o internauta pode acessar o DEGRAD, assim como os sistemas PRODES e DETER. 11279

Conferência mundial em Cuiabá, MT, discutirá pagamento por serviços ambientais

Floresta Amazônica Nos dias 1º a 4 de abril, será realizada, em Cuiabá, MT, a Conferência Mundial Katoomba. O evento reunirá diversos segmentos da sociedade para discutir as experiências e o potencial de aplicação de pagamentos por serviços ambientais. Uma alternativa para manter a floresta e a economia com grande possibilidade de ser aplicada em diversas regiões da Amazônia legal, como no norte e noroeste de Mato Grosso. 11276

Semente de linhaça produz pão de forma rico em fibras e Ômega 3

A adição de sementes de linhaça ao pão de forma gera um produto rico em compostos fenólicos e Ômega 3, substâncias que previnem o envelhecimento das células e possuem efeito anticancerígeno. O pão com linhaça, desenvolvido em pesquisa na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP de Piracicaba, possui alto teor de fibras e teve sua qualidade aprovada em testes de laboratório e pelos consumidores que experimentaram

Uma manifestação pacífica (contra construção da hidrelétrica de Belo Monte no Xingu), artigo de Rodolfo Salm

Aconteceu na sexta-feira, 13 de março de 2009, aqui em Altamira, uma manifestação pacífica contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte no Xingu (clique aqui para ver o vídeo da manifestação). Havia algumas emissoras de televisão, inclusive a Rede Globo local. Mas como não houve brigas ou depredações, é claro que não houve espaço para a pauta no Jornal Nacional daquela noite. A manifestação foi organizada em função da

(protecionismo por trabalho escravo) Não dê motivo, artigo de Míriam Leitão

[O Globo] Hoje o pacto contra o trabalho escravo completa quatro anos. Se você é empresário, exportador, e pensa que esta coluna deveria estar tratando da crise, de temas mais econômicos, saiba que este assunto tem muito a ver com seus negócios. Mais ainda por causa da crise internacional. Se o Brasil não abolir essa prática, enfrentará cada vez mais barreiras comerciais aos seus produtos. Não vai adiantar culpar o protecionismo

Escravidão persiste no Brasil

Trabalho escravo de 2004 a 2008 Só no ano passado, 5 mil pessoas exploradas por seus empregadores foram libertadas no país. Frente parlamentar tenta aprovar emenda que prevê expropriação de terras onde o crime for constatado Quando assinou a Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, a princesa Isabel provavelmente não imaginava que, cerca de 121 anos depois, milhares de pessoas continuariam sendo escravizadas no Brasil. Nos dois primeiros meses deste

Top