Índice da edição de 12/03/2009

Recifes de coral começarão a dissolver quando a concentração de CO2 na atmosfera dobrar Zonas-mortas oceânicas se espalham pelo planeta New York Times questiona a segurança dos suplementos alimentares Conama adia decisão sobre redução da área de recomposição da reserva legal ao longo da BR163 PF prende mais de 70 pessoas por tráfico internacional de animais 91% das queimaduras em crianças ocorrem em casa Especial: Crack avança em capitais e cidades médias brasileiras Pesquisador aponta as diferenças

Recifes de coral começarão a dissolver quando a concentração de CO2 na atmosfera dobrar

Recife de coral na Flórida, EUA. Imagem do Florida Keys National Marine Sanctuary, NOAA's Coral Kingdom Collection [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] O aumento dos níveis de CO2 na atmosfera e seus impactos nos oceanos já estão prejudicando os recifes de coral e podem, efetivamente, ameaça-los de extinção. É o que diz uma pesquisa, a ser publicada na edição de 13/03, da revista Geophysical Research Letters. Pesquisadores do Carnegie Institution e da

Zonas-mortas oceânicas se espalham pelo planeta

Zonas-mortas, em imagem do World Resources Institute [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] O número e extensão das zonas-mortas nas regiões costeiras, ao redor do planeta, crescem rapidamente e, aparentemente, sem tendência de reversão. É o que concluíram pesquisadores do Virginia Institute of Marine Science e da University of Gothenburg, publicado na revista online Science. Já existem mais de 400 zonas-mortas marinhas, com baixos níveis de oxigênio diluído na água (hipoxia), com grande

New York Times questiona a segurança dos suplementos alimentares

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] O jornal The New York Times, na matéria “Study Urges More Oversight of Dietary Items”, destaca que um relatório do Government Accountability Office reconhece que os suplementos não são adequadamente regulados e controlados nos EUA. Os suplementos, essencialmente compostos por complexos vitamínicos, ‘pílulas’ e fórmulas de dietas, produtos herbais e bebidas energéticas, são, em escala global, vendidos sem prescrição médica. 10974

Conama adia decisão sobre redução da área de recomposição da reserva legal ao longo da BR163

Um pedido de vistas ao Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) nesta quarta-feira (11) adiou a análise da recomendação encaminhada pelo governo do Pará destinada a reduzir a área de recomposição da reserva legal ao longo da BR163. A proposta pedia a redução de 80% para 50% em 3,5% de território previamente definido pelo estado. Os imóveis rurais estão situados em áreas produtivas, definidas no Zoneamento Ecológico-Econômico do Pará, mas

PF prende mais de 70 pessoas por tráfico internacional de animais

A Polícia Federal prendeu ontem (11), no Rio, 72 pessoas, incluindo um estrangeiro, na Operação Oxóssi. Eles são ouvidos na superintendência da PF, no centro. Nos próximos dois dias, os agentes pretendem cumprir mais 26 mandados de prisão no estado. O objetivo da operação é desarticular uma rede de tráfico internacional de animais. 10967

91% das queimaduras em crianças ocorrem em casa

Levantamento em 84 unidades de emergência de 37 cidades mostrou que a principal causa das queimaduras são os líquidos e os alimentos quentes Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde mostra que dos 1.040 atendimentos de emergência por queimaduras, a maioria, 285 (27,4%) foi em crianças de zero a nove anos. E dentro dessa faixa-etária, 91,6% (261 crianças) das queimaduras ocorreram dentro da residência das vítimas. O estudo faz parte do sistema

Especial: Crack avança em capitais e cidades médias brasileiras

Dedos queimados e calos são cicatrizes comuns deixadas pelo crack nas mãos de quem fuma Foto: Marcello Casal JR/ABr Especialistas ouvidos pela Agência Brasil apontam para uma possível epidemia deste subproduto da cocaína, que provoca dependência agressiva, exclusão social do usuário e desagregação familiar, além de estimular a criminalidade Sem prevenção e repressão eficiente, crack avança em capitais e cidades médias brasileiras Lucros maiores e preço baixo em relação a outras

Pesquisador aponta as diferenças entre A. aegypti e o pernilongo doméstico

Lima: os dois mosquitos apresentam muitas diferenças entre si. Além de preferirem criadouros diferentes, ovos, larvas e os próprios indivíduos adultos das duas espécies são muito distintos (Foto: Gutemberg Brito) Um é muito ágil, se reproduz em água limpa, ataca em plena luz do dia e transmite a dengue, doença que tem preocupado a população nos últimos verões. O outro prefere a madrugada, põe seus ovos em água suja rica em matéria

(Fundo Maranhão Solidário) Projeto destina crédito a grupos produtivos no Maranhão

No Maranhão, os grupos produtivos e as organizações de apoio têm potencializado sua organização nos últimos anos, principalmente depois da realização, em 2006, da I Conferência Nacional de Economia Solidária. No mesmo ano, foi articulado o Fórum Estadual de Economia Solidária do Maranhão (Feesma), que articula empreendimentos solidários, entidades de assessoria e fomento e gestores públicos organizados em redes. "A conferência foi fundamental para o fórum se fortalecer. Até então,

Coreia do Sul rejeita frango contaminado com antibióticos procedente do Brasil

As autoridades sul-coreanas disseram hoje que encontraram antibióticos proibidos num carregamento de frango congelado procedente do Brasil. Segundo o Serviço de Investigação Veterinária e Quarentena da Coreia do Sul (NVRQS, na sigla em inglês), vestígios da substância chloramphenicol foram achados num carregamento de 23,5 toneladas de carne de frango que chegou ao país em 3 de março, informou a agência de notícias local "Yonhap". Matéria da Agência EFE, 11/03/2009. 10950

Estudo conclui que alta concentração do poluente ozônio eleva risco de morte por doença respiratória

O mapa mostra as concentrações médias de ozônio no período de 1977-2000 em 96 regiões metropolitanas avaliadas no estudo.(Bernie Beckerman/UC Berkeley) Pessoas que vivem em áreas com alta concentração do poluente ozônio têm 25 a 30 por cento mais chances de morrer de doenças pulmonares do que quem mora em lugares com ar mas puro, disseram pesquisadores na quarta-feira. Michael Jerrett, da Universidade da Califórnia/Berkeley, e seus colegas acompanharam quase 500 mil

Top