Índice da edição de 12/01/2009

A água (que ninguém vê) na guerra, artigo de Ana Echevenguá Novo estudo afirma que resíduos de Roundup em alimentos geneticamente modificados podem causar lesões celulares, por Henrique Cortez Estudo avalia os impactos de secas e inundações em sequência, por Henrique Cortez ICMBio regulamenta procedimentos para concessão de autorização relativa a atividades ou empreendimentos que tragam impacto às unidades de conservação federais Ministério da Agricultura passa a monitorar quantidade de agrotóxico em mais 15

A água (que ninguém vê) na guerra, artigo de Ana Echevenguá

“Para além das manchetes do conflito do Oriente Médio, há uma batalha pelo controle dos limitados recursos hídricos na região. Embora a disputa entre Israel e seus vizinhos se concentre no modelo terra por paz, ''há uma realidade histórica de guerras pela água'' - tensões sobre as fontes do Rio Jordão, localizadas nas Colinas de Golã, precederam a Guerra dos Seis Dias”. Raymond Dwek - The Guardian, [24/NOV/2002] * A nossa

Novo estudo afirma que resíduos de Roundup em alimentos geneticamente modificados podem causar lesões celulares, por Henrique Cortez

CRIIGEN [EcoDebate] Um novo estudo do CRIIGEN, Comité de Recherche et d'Information Indépendantes sur le génie GENétique, demonstrou que resíduos do Roundup, encontrados nos alimentos e rações geneticamente modificadas, podem causar danos celulares e até mesmo a morte, mesmo em níveis de concentração muito baixos. Os autores afirmam que a sua investigação "pontos ... a efeitos indesejáveis, que são atualmente mascarados ou ocultados a partir de análise científica." 8402

ICMBio regulamenta procedimentos para concessão de autorização relativa a atividades ou empreendimentos que tragam impacto às unidades de conservação federais

Com o objetivo de padronizar os procedimentos para a concessão de autorização relativa a atividades ou empreendimentos que tragam impacto às unidades de conservação federais, suas zonas de amortecimento ou áreas circundantes, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) publicou nesta quinta (08), no Diário Oficial da União, Instrução Normativa de no 1, assinada no dia 2 de janeiro de 2009. A decisão quanto à autorização competirá ao

Cientistas defendem mais incentivos ao uso de energia eólica no Brasil

Segundo estudo feito pelo físico Fernando Barros Martins, publicado na Revista Brasileira de Ensino de Física, se todo o potencial eólico brasileiro fosse convertido, seria possível gerar cerca de 272 terawatts/hora (TWh) por ano de energia elétrica. Isso representa mais da metade do consumo brasileiro, que estava em torno de 424 Twh/ano, de acordo com dados referentes ao ano de 2006. 8389

Energia eólica terá maior participação na matriz nacional nos próximos anos

O parque eólico brasileiro está em franco desenvolvimento, segundo afirmou à Agência Brasil o diretor de Tecnologia da Eletrobrás, Ubirajara Rocha Meira. Ele lançou, no dia 9/1, em Maceió, o Atlas Eólico de Alagoas, resultado de convênio entre a estatal, o Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec) e a Universidade Federal de Alagoas (Ufal). 8386

Aqueles que querem comer o mundo: as corporações 2008

Imagem: Stockxpert A partir do documento do Grupo ETC "De quem é a natureza - O poder corporativo e a fronteira final na mercantilização da vida", Silvia Ribeiro analisa a relação entre a produção e comercialização de alimentos e sementes, a crise econômica e o papel dos movimentos sociais que combatem os oligopólios agroalimentares. O artigo foi publicado no sítio America Latina en Movimiento, da Agencia Latinoamericana de Información, 29-12-2008. A tradução

‘A Monsanto não é confiável’. Entrevista com Marie-Monique Robin

A documentarista francesa Marie-Monique Robin, autora de O Mundo Segundo a Monsanto, dedicou três anos de sua vida para desvendar como uma indústria de químicos virou a maior companhia mundial de sementes geneticamente modificadas (transgênicas) e uma das empresas mais influentes do planeta, segundo a revista Business Week. Marie trabalha há 25 anos com matérias investigativas e recebeu prêmios como o Albert Londres, em 1995, concedido a um documentário sobre

Agricultores utilizam agrotóxicos irregulares em hortaliças e frutas produzidas no Brasil

Imagem: SXC Agrotóxicos irregulares são usados culturas - Um levantamento do Ministério da Agricultura detectou que agricultores estão utilizando agrotóxicos irregulares em pelo menos 61 hortaliças e frutas produzidas no Brasil. Os agrotóxicos registrados para o tomate, por exemplo, estão sendo utilizados para combater ervas daninhas e pragas da berinjela. A maior parte destes alimentos faz parte da dieta alimentar diária dos brasileiros. 8376

Soja transgênica e agrotóxico causam embargo de 18 propriedades rurais em Goiás

Em uma fiscalização realizada em Goiás, dez agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) autuaram, multaram e embargaram 18 propriedades rurais por cultivarem soja transgênica no perímetro de 500 metros no entorno do Parque Nacional das Emas e outras duas por usarem agrotóxicos das classes 1, 2 e 3 nas lavouras situadas a menos de

Top