Índice da edição de 23/12/2008

Especial: 20 anos da morte de Chico Mendes Os protagonistas da ‘Nova Reforma Agrária’, artigo de Ana Echevenguá Assentamento da reforma agrária é criado em fazenda desapropriada por trabalho escravo no Pará IDH da elite brasileira lidera lista de 32 países analisados em estudo; os 20% mais pobres têm IDH pior que os mais pobres de Vietnã e Paraguai Rio de Janeiro começará, em janeiro, a recuperação dos canais do Cunha e do Fundão Potencial

Especial: 20 anos da morte de Chico Mendes

Chico Mendes. Foto da Wikipédia Idéias de Chico Mendes ainda influenciam políticas de desenvolvimento sustentável. Consolidação de reservas extrativistas é resultado da luta contra desmatamento. Parentes e amigos lamentam que líder acreano não tenha visto conquistas Em 22 de dezembro de 1988, um tiro de espingarda matou Francisco Alves Mendes Filho, o Chico Mendes, que de líder sindical e seringueiro transformou-se em ícone da preservação da Amazônia. Vinte anos depois da morte,

Os protagonistas da ‘Nova Reforma Agrária’, artigo de Ana Echevenguá

Como é difícil ser leitor de jornais e revistas no Brasil! A gente nunca sabe o porquê da publicação de tal matéria; nunca sabe o quanto de verdade ela contém, já que o compromisso com a verdade está distante da grande mídia. Algumas  vezes, capta-se alguma coisa nas entrelinhas. Olhem só esta notícia da Folha de São Paulo e do Estadão*: o INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária

Assentamento da reforma agrária é criado em fazenda desapropriada por trabalho escravo no Pará

O quilômetro 30 da rodovia PA-150 foi palco de um momento histórico na sexta, 19 de dezembro. Cerca de mil pessoas - entre representantes do Incra e de movimentos sociais, assentados e políticos – testemunharam a criação de um assentamento da reforma agrária em fazenda desapropriada porque mantinha trabalho escravo em pleno século 21. O Assentamento 26 de Março substitui o castanhal Cabaceiras, primeira fazenda do País desapropriada para fins

IDH da elite brasileira lidera lista de 32 países analisados em estudo; os 20% mais pobres têm IDH pior que os mais pobres de Vietnã e Paraguai

Rico do Brasil supera o da Suécia em IDH da PrimaPagina, PNUD Brasil Os brasileiros mais pobres vivem em condições de desenvolvimento humano comparáveis às da Índia, mas os 20% mais ricos, em situação melhor que a fatia mais rica da população da Suécia, Alemanha, Canadá e França. As informações estão no relatório do PNUD que analisa os números recentes do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e cita um estudo

Rio de Janeiro começará, em janeiro, a recuperação dos canais do Cunha e do Fundão

Canal do Cunha. Marilena Ramos, secretária do Ambiente e Luis Firmino, presidente da Serla. Fotógrafo: Ignácio Ferreira Fonte: Subsecretaria de Comunicação Social - RJ Canal do Cunha, na Avenida Brasil. Fotógrafo: Ignácio Ferreira. Fonte: Subsecretaria de Comunicação Social - RJ Uma dos mais graves passivos ambientais do estado começa a ser solucionado definitivamente em janeiro: a despoluição dos canais do Fundão e do Cunha e do seu entorno. A obra, sob

Potencial eólico do Nordeste brasileiro poderia suprir quase dois terços de toda a demanda nacional por eletricidade

Ventos ignorados – Mais de 71 mil quilômetros quadrados do território nacional, em sua quase totalidade na costa dos estados do Nordeste, contam com velocidades de vento superiores a sete metros por segundo, que propiciam um potencial eólico da ordem de 272 terawatts-hora por ano (TWh/ano) de energia elétrica. Trata-se de uma cifra bastante expressiva, uma vez que o consumo nacional de energia elétrica é de 424 TWh/ano, aponta estudo publicado

Livro lançado pela Embrapa analisa solo, vegetação, água e clima do Cerrado e fornece lista de 12 mil espécies de sua vegetação

Cerrado: Ecologia e Flora Cerrado atualizado – Os resultados de mais de dez anos de estudos sobre os recursos naturais do Cerrado, realizados por quase 50 pesquisadores de diversas instituições, foram sistematizados nos dois volumes do livro Cerrado: Ecologia e Flora, que somam mais de 1,2 mil páginas. A obra foi lançada pela unidade de Informação Tecnológica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com a Embrapa Cerrados, com apoio

‘A tortura é uma ferramenta histórica secular de controle das populações pobres’. Entrevista Especial com Ignacio Cano

“Há um estímulo à tortura tão grande que seus protagonistas costumam negá-la”, diz o sociólogo Ignacio Cano à IHU On-Line, em entrevista concedida por telefone. No Brasil, onde há uma transmissão histórica de controle sobre as classes menos favorecidas, a naturalização da tortura é evidente. “Alguns coletivos, inclusive vítimas, não falam de tortura, utilizam outros termos como ‘coça’, ‘tunda’ ou surra para classificar o ato”, assegura o pesquisador do Laboratório

Só a quebradeira para ajudar o meio ambiente, artigo de Washington Novaes

A melhora, se vier, virá mais em função da crise que da eficácia política [O Estado de S.Paulo] Como estará o Brasil em 2009 diante das graves questões na chamada área ambiental, que aos poucos vão sendo entendidas como problemas que afetam todos os setores da vida humana ? A resposta paradoxal é de que poderá estar melhor; mas isso, se acontecer, se deverá mais à crise financeira - que restringirá

Dono de carvoaria em MT alicia escravos diretamente no Maranhão

Fiscalização libertou 21 trabalhadores da Carvoaria Ouro Preto, em Tabaporã (MT). Enganados por promessas do dono da propriedade, maranhenses eram mantidos por meio de dívidas contraídas com o transporte e na cantina O advogado Francisco Dias de Freitas, dono da Carvoaria Ouro Preto no município de Tabaporã (MT), cruzou diversos estados e percorreu certamente mais de dois mil quilômetros pelo país para efetivar o aliciamento de trabalhadores em Monção (MA), a

Top