Ibama aplica 38 milhões em multa por desmatamento ilegal da Mata Atlântica baiana

Uma operação conjunta entre Ibama, ICMBio e Polícia Civil Ambiental da Bahia, fiscaliza 28 áreas desmatadas no sudoeste da Bahia, divisa com Minas Gerais, a 580 quilômetros da capital Salvador. Os desmatamentos ocorreram sem autorização em mais de 100 quilômetros quadrados do bioma Mata Atlântica. As multas aplicadas ultrapassam R$ 38 milhões. Até agora, os agentes do Ibama embargaram mais de setenta quilômetros quadrados de áreas desmatadas.

As áreas desmatadas foram identificadas pela Gerência do Ibama em Eunápolis a partir da comparação de imagens de satélite obtidas em 2006 e 2008. O estudo constatou que a maioria das áreas são do bioma Mata Altântica, com base no mapa do IBGE. Em grande parte dos lugares fiscalizados, há hoje plantação de eucaliptos.

Segundo o chefe da Divisão de Fiscalização da Gerência do Ibama em Eunápolis, Sérgio Bertoche, a ação do Ibama nas áreas autuadas e embargadas equivale ao trabalho de sete anos de fiscalização realizado no sul da Bahia. “Essa ação é considerada prioritária no planejamento do Ibama contra o desmatamento da MA”, ressalta Bertoche. Ele observa que, segundo a SOS Mata Atlântica, a área fiscalizada é onde, nos últimos anos, houve a maior perda do bioma no estado.

A operação Cascavel é coordenada pela Gerência do Ibama de Eunápolis. Também participam servidores do Escritório de Vitória da Conquista, Estação Ecológica Pirapitinga e Parques Nacional Pau-Brasil e Descobrimento. PRF e a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia dão apoio à ação.

Kezia Macedo
Ascom Fiscalização Ibama

[EcoDebate, 17/12/2008]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Comentários encerrados.

Top