Índice da edição de 06/12/2008

Enchentes renovaram o ambientalismo catarinense? artigo de Guilherme Floriani Hiperconsumo na origem das crises financeira e climática Exposição a agrotóxicos causa declínio no nascimento de homens em cidades do Paraná TRF mantém a validade do licenciamento ambiental da usina hidrelétrica de Jirau INPE registra 541 km2 de desmatamento na Amazônia em outubro O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga os resultados das Estatísticas do Registro Civil de 2007 Governo do estado do Rio de

Enchentes renovaram o ambientalismo catarinense? artigo de Guilherme Floriani

Pomerode(SC)- Foto enviada por leitores da região afetada pelas chuvas Foto: Divulgação/ABr Em artigo, o engenheiro florestal Guilherme Floriani questiona se a nova enchente que atingiu Santa Catarina conseguiu chamar a atenção para a necessidade de uma nova ética, confirmou as previsões dos ambientalistas ou possibilitará políticas públicas que realmente preservem o meio natural. 7235

Hiperconsumo na origem das crises financeira e climática

Imagem: Stockxpert Entre os grandes conteúdos que dão conta do mal-estar planetário, encontram-se a crise financeira e a crise climática. Essas crises estão entrelaçadas e são decorrentes de um tipo de civilização engendradas especialmente ao longo dos últimos dois séculos baseadas no paradigma do crescimento econômico ilimitado. Ambas as crises têm na sua origem, como um dos principais elementos, o consumo desenfreado. “Foi a onda consumista que levou o planeta à

Exposição a agrotóxicos causa declínio no nascimento de homens em cidades do Paraná

Diversos estudos na Europa e nos EUA vêm relatando uma tendência de declínio na proporção de nascimentos de homens, associados a exposição a esses poluentes químicos Os impactos da exposição a agrotóxicos na saúde reprodutiva em municípios agrícolas do estado do Paraná foi o tema da dissertação de mestrado em saúde pública e meio ambiente da biomédica Gerusa Gibson, publicada na Revista Panamericana de Saúde Pública. O trabalho buscou investigar a

TRF mantém a validade do licenciamento ambiental da usina hidrelétrica de Jirau

O presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Jirair Aram Meguerian, deferiu, na noite de 4/12, o pedido de suspensão da liminar que cancelou a licença ambiental para a Usina Hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, em Rondônia. Com isso, a licença, emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), continua valendo. 7229

Governo do estado do Rio de Janeiro e a Vale fecham acordo para adoção do parque da Ilha Grande

A mineradora Vale e o governo do estado do Rio de Janeiro assinaram ontem (5) um acordo para adoção do Parque Estadual da Ilha Grande, litoral sul fluminense. Ao todo serão investidos R$ 20 milhões pelos próximos cinco anos. A Vale arcará com R$ 5 milhões e o restante virá dos governos federal e estadual e da prefeitura de Angra dos Reis, município do qual faz parte Ilha Grande. 7222

Relatório Direitos Humanos no Brasil 2008 retrata um país que não consegue enfrentar as mais flagrantes violações

Trabalhador resgatado pelo MTE, no Ceará Amplo desrespeito - Mortes por excesso de trabalho e aumento da violência policial são destaques negativos Cortadores de cana mortos por exaustão, aumento da violência policial, trabalho escravo se espalhando pelo país e índios assassinados são algumas das violações registradas no Relatório Direitos Humanos no Brasil 2008. A publicação, lançada ontem, é fruto do trabalho de pesquisa de 22 organizações ligadas à defesa dos direitos humanos

floresta zero: Stephanes e Minc trocam acusações sobre desmatamento

Para ministro da Agricultura, pasta do Meio Ambiente é "incompetente"; Minc diz que colega está "descompensado". Stephanes foi criticado por proposta que dá anistia a desmatadores; em resposta, ele disse que ambientalistas não plantam, só poluem. O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, defendeu ontem sua proposta para alterar o Código Florestal, disse que nunca foi favorável ao desmatamento ilegal e chamou o Ministério do Meio Ambiente de "incompetente" no combate à

Seca na Austrália obriga estado a comprar água, para evitar desabastecimento em 2009

Reservatório esgotado, em foto de arquivo A região mais seca da Austrália, o Estado da Austrália do Sul, decidiu comprar 231 bilhões de litros de água para evitar o risco de desabastecimento em 2009. As autoridades locais afirmam que gastaram dezenas de milhões de dólares para garantir que a quinta maior cidade do país, Adelaide, e o Estado tenham água suficiente. A seca é comum no sul da Austrália, uma região que

Brasil ainda tem pouco conhecimento sobre impactos do aquecimento e não sabe como vai lidar com eles

Vulnerável e mal adaptado - O Brasil deu um passo importante ao estabelecer um Plano Nacional de Mudanças Climáticas com metas para a redução do desmatamento da Amazônia e, por conseqüência, das emissões de gases de efeito estufa. O documento, porém, traz uma lacuna em adaptações aos danos que devem ser provocados pelo aquecimento global mesmo se as emissões fossem zeradas hoje. A opinião é de ambientalistas e cientistas envolvidos

Top