Índice da edição de 17/11/2008

Chegando em Morros: areia, águas, buritis e especulação imobiliária, artigo de Amanda Freire Crise financeira e crise do capitalismo, artigo de Pedro A. Ribeiro de Oliveira Seca no norte de Minas Gerais: Desemprego potencializa efeitos da seca em município com baixo IDH Seca no norte de Minas Gerais multiplica viúvas temporárias e dispersa famílias Seca no norte de Minas Gerais: À beira do rio, lavadeiras buscam sustento das famílias Problemas fundiários no Pará ocorrem desde

Chegando em Morros: areia, águas, buritis e especulação imobiliária, artigo de Amanda Freire

Buritisal em fundo de vale. Foto do banco de imagens do Cerrado da USP Um domingo de outubro, seis da manha. Começa uma viagem cujo objetivo era a participação do Fórum Carajás e da Associação Tijupá a um encontro entre moradores de comunidade vizinhas para discutir com os diretos interessados os problemas das terras naquela região, em relação ao avanço do agronegócio e da especulação imobiliária. 6575

Crise financeira e crise do capitalismo, artigo de Pedro A. Ribeiro de Oliveira

Imagem: Stockxpert Estamos hoje imersos na crise provocada pela "bolha" financeira dos EUA. Ela repercute no mundo todo porque o dólar estadunidense é a moeda padrão para a economia e o comércio mundial. Ninguém duvida da sua gravidade; o que se discute hoje é o caminho a tomar para se sair dela. Isso implica tanto um diagnóstico correto quanto uma opção ideológica - as idéias-força que impulsionam a ação coletiva. As

Seca no norte de Minas Gerais: Desemprego potencializa efeitos da seca em município com baixo IDH

Pai Pedro (MG) - O agricultor Tito Borges, 43 anos, fala sobre a seca e mostra cisterna construída para captação de água Foto: Valter Campanato/ABr Pai Pedro (MG) - O município de Pai Pedro, no Norte de Minas Gerais, a 487 quilômetros de Belo Horizonte, é um exemplar típico dos efeitos perversos na região da combinação entre estiagem prolongada, pobreza e falta de alternativas de geração de renda. Enquanto recebem

Seca no norte de Minas Gerais multiplica viúvas temporárias e dispersa famílias

Monte Azul (MG) - Alice Antunes, 33 anos, uma das chamadas viúvas da seca de Laranjeiras, na zona rural de Monte Azul Foto: Valter Campanato/ABr Monte Azul (MG) - Todos os anos, de maio a outubro, é raro encontrar algum homem nas casas da comunidade de Laranjeiras, zona rural a 35 quilômetros de Monte Azul, no norte de Minas Gerais. O relato é de mulheres que ficaram conhecidas na região

Seca no norte de Minas Gerais: À beira do rio, lavadeiras buscam sustento das famílias

Nova Porteirinha (MG) - Sob o sol forte, mulheres e meninas lavam roupa nas águas do Rio Gorutuba, que divide as cidades de Nova Porteinha e Janaúba, para ajudar no sustento da família Foto: Valter Campanato/ABr Janaúba e Nova Porteirinha (MG) - Sob uma ponte no Rio Gorutuba – que separa os municípios mineiros de Janaúba e Nova Porteirinha, distantes de Belo Horizonte quase 600 quilômetros – chama a atenção

Problemas fundiários no Pará ocorrem desde 1970, diz procurador

Altamira (PA) - O procurador da República em Altamira no Pará, Alan Rogério Mansur Silva, dá entrevista exclusiva à Agência Brasil Foto: Antonio Cruz/ABr Falha no desenvolvimento de políticas públicas, ineficiência do Estado, longas distâncias e fraude em documentos são as principais razões que levaram ao atual "caos fundiário" o sudeste do Pará, segundo o procurador da República em Altamira (PA), Alan Rogério Mansur Silva. A região enfrenta problemas com

Massacre de Felisburgo completa quatro anos de impunidade

Em 20 de novembro de 2004, o fazendeiro Adriano Chafik Luedy e seus jagunços invadiram o acampamento Terra Prometida, no município mineiro de Felisburgo, assassinaram cinco trabalhadores rurais Sem Terra e deixaram mais de 20 gravemente feridos. A Chacina de Felisburgo, que completa quatro anos na próxima semana, é considerada um retrato da atualidade da violência no campo, da impunidade da Justiça e da paralisação da Reforma Agrária. 6563

Carta Aberta: Complexo Madeira revela sua complexidade: Etnocídio Indígena anunciado com descaso criminoso do IBAMA

A MINISTRO DE MEIO AMBIENTE SR. CARLOS MINC MINISTRO DE MINAS E ENERGIA SR. EDISON LOBÃO MINISTROS DA JUSTIÇA SR. TARSO GENRO PRESIDENTE DA FUNAI SR. MÁRCIO MEIRA PRESIDENTE DO IBAMA SR. ROBERTO MESSIAS FRANCO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE IMPRENSA As Organizações e Movimentos Sociais abaixo assinados, que defendem a Sustentabilidade da VIDA (IMV, KANINDÉ, MAB, MST, MPA, CIMI, RECID, CPT, CJP, ADA-AÇAÍ, GTA, COIAB, FOIR, ECOA, MHF, CASA, REDE BRASIL FRENTE INSTITUIÇÕES MULTILATERAIS),

Inglaterra: População de zooplâncton foi reduzida em 70% ao longo de 4 décadas

Fotomontagem com organismos pertencentes ao plâncton. Fonte da imagem: Wikipédia As populações de zooplâncton, organismos minúsculos que formam a base da cadeia alimentar oceânica, caíram até 70 % desde 1960, de acordo com números estimados pelo Departamento Britânico para o Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (British Department for Environment Food and Rural Affairs, DEFRA). As informações foram incluídas, sem mais comentário,s em um gráfico na página nove do 2008-2009 DEFRA's

Pesquisadores franceses avaliam o impacto do aquecimento climático sobre peixes de água doce

O consenso internacional sobre a realidade das mudanças climáticas é agora evidente: o aquecimento global é imputável, em grande parte, às atividades humanas, provocando uma rápida deterioração do ambiente e é uma ameaça cada vez maior à biodiversidade. No entanto, os mecanismos de seu impacto ainda são pouco conhecidos, especialmente no ambiente aquático. No CEMAGREF (Institut de Recherche pour l'Ingénierie de l'Agriculture et de l 'environnement), dois pesquisadores, que, ao

Top