Índice da edição de 29/09/2008

Os ’selos verdes internacionais de qualidade’ das empresas de celulose e papel, artigo de Pe. José Koopmans A dura luta dos Guarani no Mato Grosso do Sul pela demarcação da terra. Entrevista especial com Antonio Brand Evento aborda a realidade das comunidades afetadas pela Estrada de Ferro Carajás Pesquisa da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP analisa os efeitos antioxidativos das folhas de alecrim J. Borges, João Abner e Rachel de Queiroz concorrem

Os ‘selos verdes internacionais de qualidade’ das empresas de celulose e papel, artigo de Pe. José Koopmans

Faz quase cinco anos que a empresa Aracruz ganhou o Selo Verde de qualidade para suas plantações aqui no extremo sul da Bahia. Normalmente é uma conquista muito importante para a Empresa, pois esta certificação significa entre outras coisas que a Empresa trabalha socialmente justo e ecologicamente respeitando todas as leis ambientais, tanto as leis municipais, estaduais como também as leis federais. Para a exportação um selo assim é fundamental

A dura luta dos Guarani no Mato Grosso do Sul pela demarcação da terra. Entrevista especial com Antonio Brand

Há anos, os Guarani de Mato Grosso do Sul vêm reivindicando a ampliação de suas terras no estado, uma vez que eles são confinados em pequenas regiões pelas grandes elites, gerando inúmeros problemas internos, como o da violência. Há dois meses, segundo o professor Antonio Brand, foi lançada uma campanha violenta contra os povos indígenas. Ela passa à população mato-grossense informações falsas sobre as reivindicações feitas pelos índios, como

Evento aborda a realidade das comunidades afetadas pela Estrada de Ferro Carajás

Cruzamento do trem de passageiros com vagões transbordando de minério de ferro. Foto da Agência de Notícias Repórter Brasil Uma comitiva, composta pelo padre Dario Bossi e pelos irmãos religiosos Antonio Soffientini e Bruno Haspinger, visitou a procuradora-geral de Justiça, Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro, no dia 23. O motivo da visita foi convidar oficialmente o Ministério Público a participar do seminário “Justiça nos trilhos - A Vale do Rio Doce

Pesquisa da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP analisa os efeitos antioxidativos das folhas de alecrim

Extratos e frações de ácidos fenólicos foram obtidos das folhas de alecrim Uma pesquisa realizada na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP analisa a capacidade antioxidante das folhas do alecrim, revelando o quanto seria possível inibir os radicais livres. “O alecrim é bastante apreciado por seu aroma e sabor, tendo como constituintes os seguintes compostos fenólicos: ácido carnósico, carnosol, ácido rosmarínico, ácido caféico e éster do ácido hidroxicinâmico”, explica

J. Borges, João Abner e Rachel de Queiroz concorrem ao Brasileiro Imortal na Região Nordeste

J. Borges (xilógrafo), João Abner (professor) e Rachel de Queiroz (escritora). Um destes três nordestinos irá se tornar imortal e dará nome a uma das espécies botânicas recém-descobertas pela Vale em sua reserva ambiental, em Linhares (ES). A iniciativa faz parte do Prêmio Brasileiro Imortal, que escolherá pelo voto popular seis figuras ilustres de todo o Brasil para batizar as espécies, sendo uma de cada região e uma pessoa de

Governo segue com plano de hidrelétricas para Amazônia

[Amazonia.org.br] A Eletrobrás vai apresentar ao Ministério de Minas e Energia um projeto estimado em R$ 31 bilhões para a construção do Complexo Tapajós, na região Norte, que possui uma previsão de capacidade instalada para a geração de 10.682 mil megawatts (MW). O estudo de inventário, que identificou a viabilidade de cinco aproveitamentos ao longo dos rios Tapajós e Jamanxim, foi finalizado recentemente, em parceria com a CNEC, empresa de

Tocantins: Mananciais em risco de desaparecimento

Em um dos pontos da sub-bacia do ribeirão taquaruçu, em Palmas, problemas decorrentes da ação humana são visíves. Foto de Adilvan Nogueira. Entre problemas apontados em diagnóstico estão ocupação desordenada e assoreamento Neste ano, a vazão dos córregos e ribeirões que abastecem a Capital diminuiu consideravelmente em relação aos anos anteriores. De acordo com a Companhia de Saneamento do Tocantins (Saneatins), nos últimos anos, a vazão dos mananciais que abastecem o plano

A poluição já retirou 240 milhões de m3 de água da Represa Billings

A queda de 20% na capacidade de armazenamento representa prejuízo para a população e poder público, já que o volume seria suficiente para abastecer a cidade de São Paulo por até dois meses. O assoreamento, causado pelo uso irregular do solo na área de proteção de mananciais, ainda faz com que o reservatório tenha o espelho d"água reduzido. A perda, irreversível, é de 12,6 km² ou quase 2.000 campos de

Águas cristalinas recebem no caminho muito lixo e se tornam os maiores poluidores da Baía de Guanabara

Da nascente à foz, o triste destino de três rios - As mesmas águas que abastecem populações em suas nascentes transformam-se, poucos quilômetros adiante, nas maiores fontes de poluição da Baía de Guanabara. Repórteres do GLOBO percorreram, da nascente à foz, três dos principais rios que deságuam na baía - São João de Meriti , Sara puí/Iguaçu e Roncador - e viram de perto como vão parar no cartão postal

Projeto âmbito global busca plantas à prova de mudanças climáticas

Condições climáticas futuras poderão afetar várias plantas Um projeto de âmbito global começou a procurar por plantas que tenham características que as ajudem a resistir a mudanças climáticas para, assim, desenvolver colheitas capazes de suportar o aquecimento global. Por Mark Kinver, da BBC News. Coordenado pela organização Global Crop Diversity Trust, o projeto de US$ 1,5 milhão está realizando buscas em bancos nacionais de sementes para encontrar variedades "à prova do

Na Itália a natureza é ‘redesenhada’ para ser despoluída

Antes que Michele Assunto recolha sua rede de pesca por entre os juncos de um canal em Porto Badino, Itália, ele usa uma vara para tirar o lixo do caminho. "Eles precisam limpar isso tudo", resmunga o pescador. No ponto em que outro canal se une ao mar, aqui nesta pequena comunidade, os únicos animais capazes de sobreviver são ratos gigantes, disseram funcionários locais. É claro que o mar não

Brasil: Gastos com internações e mortes causadas pela poluição chegam a US$ 3 bilhões

Com metade disso, a Petrobras poderia diminuir percentual de enxofre no diesel A poluição do ar mata cerca de 2,5 milhões de pessoas no mundo a cada ano. Para essa mazela não existe vacina, mas há tratamentos preventivos, como a redução do nível de enxofre do óleo diesel. Só no Brasil, os gastos com internações e mortes causadas pela poluição chegam a US$ 3 bilhões. As estimativas são do professor Paulo

Como o cidadão comum pode plantar árvores e salvar áreas degradadas

Uma floresta no quintal - Não é preciso ser milionário para reflorestar uma área com árvores da Mata Atlântica. Belisa Ribeiro, jornalista, mudou-se há dois anos para um sítio em Miguel Pereira, a 130 quilômetros do Rio de Janeiro. Ela sempre curtiu a noite, é mãe de músicos. Um deles é Gabriel, o Pensador. Belisa não faz o perfil ecológico. Um dia recebeu em seu sítio a visita de um

As previsões inúteis e o roteiro possível, artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] Não é preciso repetir todos os números. Quem tenha lido o caderno Pnad Especial, que este jornal publicou (19/9), e visto os números terríveis - 14,1 milhões de analfabetos no País, 4,8 milhões de crianças que trabalham, 40 milhões de trabalhadores sem carteira assinada, 8,1 milhões de desempregados -, assim como o índice de desigualdade social (pior que o da Índia) e o da concentração de

Top