Índice da edição de 30/08/2008

Pré-sal e Aquecimento Global, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) MRE explica tratativas com a Bolívia sobre o Madeira, artigo de Telma Delgado Monteiro Raposa Serra do Sol: O pedido de vista deve ser um movimento para reduzir a extensão da reserva. Entrevista especial com José Geraldo de Sousa Dados de julho do sistema DETER confirmam queda no desmatamento Pesquisador defende a atualização da legislação que regulamenta a emissão de gases poluidores Alemanha proíbe oito pesticidas

Pré-sal e Aquecimento Global, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

[Ecodebate] A euforia que tomou conta do governo brasileiro e das corporações do petróleo com a descoberta dos campos da pré-sal em nossos mares parece incontida. O presidente já fala em gastar o dinheiro em atividades sociais, o ministro da cultura já reivindica parte do dinheiro para atividades culturais, já se fala no Brasil como potência exportadora, enfim, uma mágica das profundezas da terra para o povo brasileiro. 4043

MRE explica tratativas com a Bolívia sobre o Madeira, artigo de Telma Delgado Monteiro

A Câmara Técnica de Assuntos Internacionais (CTAI) do CONAMA ouviu ontem as explicações dos representantes do Ministério de Relações Exteriores (MRE) sobre as Hidrelétricas do rio Madeira e os impactos na Bolívia. Os questionamentos foram apresentados por Zuleica Nycz, Conselheira do CONAMA (APROMAC – PR) e Telma Delgado Monteiro, pesquisadora independente (ATLA – SP) que elaboraram um documento onde apontam as preocupações manifestadas pelos movimentos bolivianos e brasileiros quanto aos

Raposa Serra do Sol: O pedido de vista deve ser um movimento para reduzir a extensão da reserva. Entrevista especial com José Geraldo de Sousa

Imagem: Agência Estado Há 30 anos, uma luta é travada em Roraima pelos indígenas da reserva de Raposa Serra do Sol. Quando finalmente conseguiram a homologação e demarcação do seu território, enfrentam uma nova luta. Agora não apenas contra os invasores não-índios de seu espaço de direito, mas também pelo questionamento feito por políticos locais em relação a esta demarcação. Depois de enfrentar a indiferença por parte do Exército, contarem com

Dados de julho do sistema DETER confirmam queda no desmatamento

O sistema DETER – Detecção do Desmatamento em Tempo Real, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), mostra que 323 km2 da Amazônia Legal sofreram corte raso ou degradação progressiva durante o último mês de julho, quando os satélites puderam observar 81% da região. É o menor número desde de março de 2008, quando o sistema detectou 145 km2, porém naquele mês apenas 22% da Amazônia foi vista pelos satélites

Pesquisador defende a atualização da legislação que regulamenta a emissão de gases poluidores

A legislação brasileira que regulamenta os parâmetros de emissão de gases poluidores na atmosfera foi criada no início da década de 1990, mas 70% do conhecimento científico em poluição e saúde no país foi produzido após essa data. A preocupante contradição foi apontada por Paulo Afonso de André, pesquisador do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), nesta terça-feira (26/8), em São Paulo,

Bélgica: vazamento de iodo radioativo é classificado como de nível 3 na escala INES

No sábado passado, 23/08, passado, um vazamento de iodo radioativo foi constatado no Instituto de Radioelementos (Institut des Radioelements) de Fleurus, na região de Charleroi (sul), uma empresa que produz radioelementos utilizados, principalmente, para a detecção e o tratamento do câncer. Por Henrique Cortez, do EcoDebate, com Agências. 4031

A água de poços em New Jersey, EUA, possuem elevados índices de radioatividade, arsênio e outros contaminantes

Dezenas de milhares de moradores do estado de New Jersey moradores estão bebendo água poluída de poços particulares. A contaminação radioativa é a mais comum violação de normas estaduais. Os testes foram realizados com base na legislação (New Jersey's Private Well Testing Act, PWTA), destinada a divulgar informações importantes sobre os poços privados de água potável. Sob a PWTA, alguns poços devem ser testados antes de uma casa ser vendida ou

Poluentes químicos considerados como prováveis culpados no aumento de malformações congênitas no Alasca

Em artigo publicado no jornal The Anchorage Daily News, do Alasca, EUA, duas especialistas em saúde pública, do Alaska Community Action on Toxics in Anchorage, Roxanne Chan e Sarah Petras, questionam as altas taxas de malformações no Alasca e suas eventuais ligações aos contaminantes ambientais. Por Henrique Cortez, do EcoDebate. Segundo elas, o fato de que "no Alasca, os bebês possuem duas vezes mais probabilidades de nascer com malformações graves, do

Expansão da energia nuclear divide opiniões

A licença prévia para a retomada das obras de Angra 3, concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) em julho, coloca o Brasil na rota de uma tendência mundial cercada de polêmica: a utilização tecnologia nuclear. Na França, Bélgica, Lituânia e Eslováquia, a produção de energia atômica em grande escala já é uma realidade: supre mais 50% da necessidade energética elétrica de cada país. Por

Nossas ou deles? artigo de Lúcio Flávio Pinto

O Pará é o lugar mais importante para a estratégia da Companhia Vale do Rio Doce. Já é hoje e será ainda mais no futuro. Essa importância está presente em todos os discursos. O Estado sabe qual é a parte que lhe cabe nesse bolo? O que lhe caberia se tivesse mais poder sobre essa partilha? A Companhia Vale do Rio Doce investirá o equivalente a 59 bilhões de dólares (em

Top