Índice da edição de 28/07/2008

Agroecologia: uma forte alternativa ao agronegócio. Entrevista especial com José Tardim Conferência Internacional de Áreas Úmidas: Carta de Cuiabá alerta para a necessidade de preservação das áreas úmidas Em encontro, índios de várias etnias pedem demarcação da Raposa Serra do Sol Porque comer menos pode ajudar o meio ambiente Carvão ‘encarece’ babaçu, fonte de renda de 400 mil famílias extração ilegal de areia: Ibama multa em R$10 milhões empreteira de construções em Breu Branco, no

Agroecologia: uma forte alternativa ao agronegócio. Entrevista especial com José Tardim

Até, hoje, dia 26 de julho, acontece em Cascavel, Paraná, a 7º Jornada de Agroecologia. Mais do que compreender as práticas agroecológicas, o evento pretende estudar, pesquisar e debater o que pode ser feito para que mais pessoas possam integrar a causa e expandir a discussão acerca do tipo de alimento que estamos consumindo. A IHU On-Line conversou, por telefone, com um dos coordenadores do evento, José Tardim. Além de falar

Conferência Internacional de Áreas Úmidas: Carta de Cuiabá alerta para a necessidade de preservação das áreas úmidas

A 8ª edição da Intecol - Conferência Internacional de Áreas Úmidas, terminou nesta sexta-feira, 25, em Cuiabá, Mato Grosso, com um alerta para governos, organizações nacionais e internacionais e tomadores de decisão: é preciso reconhecer o valor sócio-ambiental destes ecossistemas e se organizar para criar políticas públicas de preservação, conservação e recuperação. As recomendações estão na “Carta de Cuiabá”, um documento redigido pelos participantes do evento e que será entregue

Em encontro, índios de várias etnias pedem demarcação da Raposa Serra do Sol

Alto Paraíso de Goiás (GO) - Osmar Kukon Kraô, prefeito da Aldeia Multiétnica, um dos eventos do 8º Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Índios de várias etnias defenderam a demarcação contínua da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. Foto de Roosewelt Pinheiro/ABr O fim da primeira semana do 8º Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, que ocorre até o dia 2 de agosto, foi

Porque comer menos pode ajudar o meio ambiente

Estudo constata que uma dieta saudável e um regresso à agricultura tradicional podem ajudar a reduzir o consumo de energia e de alimentos nos EUA. Estima-se que 19 por cento do total da energia utilizada nos EUA é consumida na produção e distribuição de alimentos. A energia norte-americana é, majoritariamente, de origem fóssil, cada vez mais cara e escassa, além de ser a principal fonte de emissão de carbono nos Estados

Carvão ‘encarece’ babaçu, fonte de renda de 400 mil famílias

Aproveitamento do babaçu como carvão vegetal aumenta demanda pelo produto e preocupa quebradeiras tradicionais. Mesmo distante, possibilidade de conversão em biodiesel também pode contribuir para valorização. Cerca de 400 mil mulheres dos estados do PA, MA. TO e PI estão ligadas ao extrativismo do babaçu Imperatriz (MA) - A coleta e a extração da amêndoa do coco de babaçu, atividade que responde pela renda familiar de mais de 400 mil mulheres nos

extração ilegal de areia: Ibama multa em R$10 milhões empreteira de construções em Breu Branco, no Pará

foto de Felipe de Souza. O Ibama multou em R$10 milhões uma empreteira pela extração ilegal de areia em praia próxima à Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no município de Breu Branco, sudeste paraense. A infração foi constatada durante vistoria na praia dos Índios Gaviões da Montanha, na margem direita do Rio Tocantins, denunciada pelos próprios moradores que perceberam a perda gradativa da praia por causa da extração ilegal da areia

Governo pode criar estatal para gerenciar lixo nuclear

Rejeitos são o principal entrave imposto pelo Ibama para a construção da usina Angra 3 O novo programa nuclear brasileiro, em estudo no governo, prevê a criação de uma estatal para gerenciar os rejeitos radioativos, que tem o nome provisório de Empresa Brasileira de Rejeitos. Do Diário Catarinense, 27/07/2008 | 09h47min. 3089

Aquecedor ecológico construído no Paraná reaproveita 100 quilos de plástico

Foi instalado esta semana no município de Palmas, no Paraná, o maior aquecedor ecológico já construído no Brasil. Foram utilizadas 3,3 mil embalagens para a montagem, sendo 1,8 mil garrafas PET e 1,5 mil embalagens longa-vida. As garrafas utilizadas na montagem representam o reaproveitamento de aproximadamente 100 quilos de plástico. Por Lúcia Norcio, da Agência Brasil. A coordenação do projeto é da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, aproveitando um

Ceará: Comunidades denunciam carcinicultura

Comunidades Curral Velho, em Acaraú, e Cumbe, em Aracati, apresentaram denúncias ao Ministério Público Federal contra fazendas de carcinicultura Hoje é o Dia Internacional de Defesa do Ecossistema Manguezal, que será marcado por uma série de atividades neste fim de semana. Além da comemoração, a data também leva os movimentos socioambientais e comunidades que vivem do mangue a lutar contra a degradação desse ecossistema. Do O Povo Online, CE, 26/07/2008. 3084

Belo Monstro e o Xingu na Idade das Trevas, artigo de Rodolfo Salm

[Correio da Cidadania] Continua na imprensa a exploração do ataque dos Kayapó ao engenheiro da Eletrobrás no último protesto dos povos indígenas e movimentos sociais contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira. A mais nova investida dos defensores dos projetos hidrelétricos no rio Xingu nesta batalha ideológica foi o artigo "Na base do facão" , de Mauricio Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética (entidade vinculada ao

A grilagem de terras públicas na Amazônia, artigo de Ariovaldo Umbelino de Oliveira

[Valor Econômico] O processo de grilagem das terras públicas no Brasil iniciou-se depois da entrada em vigor da Lei de Terras de 1850. Ele passou a ocorrer porque o artigo segundo desta lei proibiu a posse de todas as terras devolutas que pertenciam ao Império. Aliás, além de proibi-la, a lei criminalizava seu autor, sujeitando-o a pena de dois a seis meses de prisão, multa de cem mil réis e

Top