Aquecedor ecológico é construído com 1,8 mil garrafas pet

Equipamento foi instalado em alojamento do Exército no Paraná. Consumo de energia elétrica pode ser reduzido em mais de 1,5 mil kW.


Aquecedor ecológico foi construído com 1,8 mil garrafas pet e 1,5 mil embalagens longa vida (Foto: Divulgação/ Agência Estadual de Notícias)

Um aquecedor ecológico construído com 3,3 mil embalagens – 1,8 mil garrafas PET e 1,5 mil embalagens longa vida – entrou em atividade segunda-feira (21), em Palmas, no Paraná. O equipamento, construído sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, foi instalado no alojamento da 15ª Companhia de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro, ocupado por 50 soldados. Do G1, em São Paulo, 23/07/2008 – 08h33

Juntas, as 1,8 mil garrafas utilizadas na montagem do aquecedor paranaense representam o reaproveitamento de cerca de 100 quilos de plástico. “É o maior aquecedor solar já feito no país, ultrapassando Santa Catarina que possui um com 1,7 mil garrafas”, afirmou o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, à Agência Estadual de Notícias.

O sistema é o mesmo dos aquecedores solares produzidos industrialmente. A diferença está no material utilizado para montar o painel que aquece a água – garrafas PET, embalagens longa-vida e alguns metros de canos de PVC.

A construção começa com o recorte das garrafas e das caixas que irão formar o painel. “O próximo passo é pintar de preto os canos e as embalagens longa vida que irão absorver energia solar e a transformar em calor”, explicou o técnico da secretaria que coordenou a montagem, José Dionir ‘Zeco’ Paz.

As garrafas envolvem os canos por onde passa a água e mantêm o calor através de efeito estufa. “A água sai da caixa d’água em temperatura ambiente, passa pelo sistema, eleva a sua temperatura e volta para a caixa”, explicou Zeco. Após seis horas, em média, nesse ciclo constante a água pode chegar a uma temperatura de até 38 graus no inverno ou mais de 50 graus no verão.

O uso de um aquecedor deste porte também pode reduzir em mais de 1,5 mil quilowatts (kW) o consumo de energia elétrica. “Construímos um aquecedor com mil garrafas que já comprovou esta economia, resultando em R$ 200 a mais no final do mês para a entidade beneficente onde foi instalado”, disse o catarinense José Alcino Alano, criador do sistema de aquecimento.

[EcoDebate, 25/07/2008]

Um comentário em “Aquecedor ecológico é construído com 1,8 mil garrafas pet

  1. Esse trabalho pode ser muito útil para toda a Sociedade Brasileira, mas requer que seus autores apresentem detalhadamente como construir esse equipamento ou deixar referências para esse fim.

    MISSAO TANIZAKI
    Fiscal Federal Agropecuário
    Bacharel em Química
    missao.tanizaki@agricultura.gov.br
    Esplanada dos Ministérios, Bloco “D”, Sala 346-B, Brasíla/DF

    TUDO POR UM BRASIL / MUNDO MELHOR

Comentários encerrados.

Top