Índice da edição de 18/07/2008

MMA adota procedimentos para tornar mais ágil licenciamento ambiental Amazônia: Atacada por todos os lados Causas e efeitos das mudanças climáticas Avidez das plantas por gás carbônico abre perspectivas de produzir mais alimento em menos espaço e de amenizar o aquecimento global 2,5 bilhões não têm acesso a saneamento Trabalhadores eram mantidos como escravos há dez anos em MT Palmeira em pé dá mais lucro. Projeto ajuda a preservar Serra do Mar MMX: Ibama multa empresa de

MMA adota procedimentos para tornar mais ágil licenciamento ambiental

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, assinou ontem (17) três atos e cinco portarias, para a adoção de uma série de procedimentos, com o objetivo de agilizar os processos de licenciamento ambiental. Com o conjunto de medidas, o governo espera reduzir para uma média de 13 meses, o prazo para todo processo de licenciamento. Por Luciana Lima, da Agência Brasil. 2814

Amazônia: Atacada por todos os lados

Adalberto Val, do Inpa, destaca a influência do aquecimento global na floresta amazônica e ameaças como o "efeito de borda", entradas para modificações no ecossistema que são sentidas até 400 metros dentro da mata. (foto: R.Reynol) Das cerca de 1.335 espécies de peixes escamados conhecidas no mundo, 1.200 estão da Amazônia. Isso se repete em proporções semelhantes quando se trata de pássaros e plantas. Essa riqueza imensa está ameaçada não só

Avidez das plantas por gás carbônico abre perspectivas de produzir mais alimento em menos espaço e de amenizar o aquecimento global

Mais alimento e florestas no ar - A atual safra de estudos sobre a cana-de-açúcar confere uma tarefa a mais para a planta usada para produzir o açúcar indispensável à maioria dos brasileiros e o álcool que atrai o olhar do mundo e move quase metade dos automóveis no país. A cana emerge agora como uma possibilidade de deter o aquecimento global: o contínuo acúmulo de gás carbônico (CO2) na

Trabalhadores eram mantidos como escravos há dez anos em MT

Aproximadamente cem trabalhadores foram encontrados e resgatados esta semana pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel de Mato Grosso em uma fazenda no município de Jauru. O Grupo Especial de Fiscalização Móvel Estadual – MT (GEFME), composto por seis Auditores Fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (SRTE), por uma Procuradora do Trabalho (MPT) e por seis Policiais Federais, fiscalizou a Fazenda Salto Grande, localizada no município de Jauru, no Estado

Palmeira em pé dá mais lucro Projeto ajuda a preservar Serra do Mar

Produtores que antes cortavam ilegalmente a palmeira juçara para extrair o palmito agora produzem o açaí A descoberta de que a partir da semente da palmeira juçara pode-se produzir uma polpa tão nutritiva e gostosa quanto a do famoso açaí da Amazônia pode ser o caminho para combater a extração ilegal do palmito juçara, um dos maiores problemas na Mata Atlântica. Em São Paulo, a Fundação Florestal desenvolve há alguns anos

MMX: Ibama multa empresa de Eike Batista em R$ 25 milhões

O Ibama de Mato Grosso do Sul multou a MMX, do empresário Eike Batista, em R$ 25 milhões. O órgão ambiental rastreou os fornecedores de carvão vegetal da siderúrgica e concluiu que 90% deles operam na ilegalidade. De acordo com o Ibama, foram transportados desde o ano passado pelos fornecedores da MMX 30 mil metros de carvão vegetal a mais do que o constante nos DOF (Documentos de Origem Florestal),

Amazônia: Corrida por terras pode destruir a floresta

A titulação da terra na Amazônia se tornou um elemento essencial para a preservação da região. A falta de definição das áreas que pertencem à União e as de proprietários privados abre a porta para que rendeiros que ocupam terras de terceiros tenham suas áreas legalizadas. O risco de uma corrida para ocupação de glebas na região teria efeitos devastadores sobre a floresta. Por Jaime Soares de Assis, da Gazeta

Algarve terá a primeira central solar térmica de Portugal

O projeto da primeira central solar portuguesa de produção de energia térmica, capaz de produzir eletricidade para 20 mil pessoas, a ser instalada na zona de Tavira (sul do país), entra sexta-feira em consulta pública, disse nesta quinta-feira à Lusa fonte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve. O projeto prevê a ocupação de 10 hectares de estruturas para a produção de energia (dos quais sete de painéis

Top