Índice da edição de 05/07/2008

Projeto Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social é apresentado em Itaguaí, RJ Teologia da Libertação: um olhar pastoral, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Desintoxicando os excessos do etanol, artigo de Urubatan Pinheiro Amianto: uma batalha está sendo travada entre trabalhadores, sindicatos e indústria. Entrevista especial com Eduardo Algranti Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS): Mães e filhos em melhores condições Ministro do Desenvolvimento Agrário afirma que país está protegido da crise de alimentos, mas

Projeto Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social é apresentado em Itaguaí, RJ

A Câmara de Cultura, no dia 03/07, apresentou o projeto “Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social”, em palestra realizada na Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca do município de Itaguaí. A coordenação do projeto, há quase dois anos, trabalha no desenvolvimento de um projeto de neutralização de carbono em áreas degradadas a serem recuperadas, partindo do conceito de que as áreas degradadas devem ser foco principal em programas de neutralização

Teologia da Libertação: um olhar pastoral, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

[EcoDebate] 1. Esses tempos um texto de Clodovis Boff suscitou um intenso debate sobre a Teologia da Libertação. Suas afirmações, entretanto, também abrangem o campo pastoral, inclusive das Pastorais Sociais. Extremamente contundentes, não deixam de provocar pessoas – que como eu – há décadas trilham os caminhos das Comunidades Eclesiais de Base e Pastorais Sociais. Imagino que devem ter impactado muitos outros que também fazem esse percurso. Quero comentar apenas

Desintoxicando os excessos do etanol, artigo de Urubatan Pinheiro

O fenômeno do aquecimento global desencadeou uma corrida desenfreada pelas chamadas energias alternativas ou limpas. O Tratado de Quioto selou um acordo entre vários países para uma forma de relação mais responsável entre homem – natureza. Por conta dos acordos firmados, paises desenvolvidos e em desenvolvimento passaram a buscar formas alternativas para viabilizarem a redução das emissões de CO2. Estados Unidos e China, embora não tenham assinado o Tratado de

Amianto: uma batalha está sendo travada entre trabalhadores, sindicatos e indústria. Entrevista especial com Eduardo Algranti

A luta pelo banimento do amianto (ou absento) na produção industrial brasileira ganhou força com a lei estadual de São Paulo que proíbe o seu uso. Agora, uma luta se trava nacionalmente. De um lado, estão os trabalhadores ameaçados ou doentes em função da inalação do pó de amianto e pesquisadores e profissionais da saúde que tratam deste assunto que são a favor do banimento do uso deste mineral. Do

Ministro do Desenvolvimento Agrário afirma que país está protegido da crise de alimentos, mas não está imune

O Brasil está bem protegido da crise mundial de alimentos, graças ao progresso da agricultura familiar, mas não está imune às ameaças. A avaliação é do ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel. Para ele, o governo precisa agir com responsabilidade e “tomar todos os cuidados”. Por Paula Laboissière, da Agência Brasil. 2628

Pará: MPF denuncia fazendeiro à justiça por trabalho escravo

Com esse, já são 64 denunciados só nos primeiros 6 meses de 2008, por desrespeitar direitos dos trabalhadores e mantê-los em condições subumanas e degradantes. O fazendeiro Antonio Pereira Vieira, de Paragominas, nordeste do Pará, foi denunciado à Justiça Federal pelo crime de trabalho escravo. Ele é acusado de ter mantido 43 trabalhadores em condições subumanas e degradantes na fazenda Atalaia II. Eles eram vítimas da chamada servidão por dívidas –

Florestas de eucalipto substituem campos

Pecuária tradicional, e mais sustentável, perde espaço para plantações que vão abastecer a indústria de papel; 59% do bioma já foi desfigurado. Geada no interior do município de Coxilha em local já devastado Tadeu Vilani/AG RBS PORTO ALEGRE - Já desgastado pelas frentes agrícolas que semearam arroz em banhados drenados nos anos 70 e, logo depois, por soja nas coxilhas de terra pobre, o cenário do pampa vai mudar de novo com a

Rio Grande do Sul: Fepam descumpre lei e beneficia Aracruz Celulose

Porto Alegre (RS) – Na última terça-feira (01), a Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul concedeu Licença de Implantação para a quadruplicação da fábrica da Aracruz, em Guaíba, na região metropolitana. No entanto, a Secretaria do Meio Ambiente de Porto Alegre não foi consultada, como é previsto em lei. Por Paula Cassandra, da CHASQUE Agência de Notícias, 03/07/2008 20:57. 2624

Biodiesel: onde estão a mamona e o pinhão? artigo de Humberto Viana Guimarães

[Gazeta Mercantil] O presidente Lula em seu discurso na FAO (03/06) declarou que "vejo, com indignação, que muitos dedos apontados contra a energia limpa dos biocombustíveis estão sujos de óleo e de carvão". Se o Senhor Presidente tivesse sido mais bem informado a respeito do que está acontecendo na fabricação do biodiesel brasileiro, talvez não teria sido tão enfático nas críticas. 2623

desmatamento: Números e fatos, artigo de Míriam Leitão

[O Globo] Duas semanas depois de terem sido entregues ao governo, os números do desmatamento de maio continuam trancados. O desmatamento é assunto do Ministério do Meio Ambiente, mas o dado é divulgado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, porque é quem controla o Inpe; só que a divulgação foi suspensa pela chefia da Casa Civil. O ministro Carlos Minc não quis comentar o destino dos números. 2622

Crisis mundial de alimentos: Compañías millonarias, hambrientos por millones, artigo de Hedelberto López Blanch

[EcoPortal.net] Datos publicados por el investigador Shawn Hattingh, en la revista mensual MRzine bajo el título “Liberación de Alimentos, Comercio de la Muerte”, ofrecen elementos sumamente elocuentes sobre este multimillonario negocio, al reflejar las ganancias obtenidas en los tres primeros meses de 2008 por varias transnacionales. 2621

UE deve ter dificuldade para cumprir meta de biocombustível

PARIS (Reuters) - A União Européia pode não conseguir nem um terço de sua meta de uso de biocombustíveis produzidos internamente no setor de transportes até 2020, e terá de importar muito para atingir o objetivo, segundo um relatório da Agência de Desenvolvimento Européia (ADE). A UE quer que, até 2020, 10 por cento do combustível usado em meios de transporte venha de fontes renováveis --principalmente biocombustíveis. Críticos dizem que

Top