Índice da edição de 05/07/2008

Projeto Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social é apresentado em Itaguaí, RJ Teologia da Libertação: um olhar pastoral, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Desintoxicando os excessos do etanol, artigo de Urubatan Pinheiro Amianto: uma batalha está sendo travada entre trabalhadores, sindicatos e indústria. Entrevista especial com Eduardo Algranti Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS): Mães e filhos em melhores condições Ministro do Desenvolvimento Agrário afirma que país está protegido da crise de alimentos, mas

Projeto Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social é apresentado em Itaguaí, RJ

A Câmara de Cultura, no dia 03/07, apresentou o projeto “Neutralização de Carbono e Desenvolvimento Social”, em palestra realizada na Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca do município de Itaguaí. A coordenação do projeto, há quase dois anos, trabalha no desenvolvimento de um projeto de neutralização de carbono em áreas degradadas a serem recuperadas, partindo do conceito de que as áreas degradadas devem ser foco principal em programas de neutralização

Teologia da Libertação: um olhar pastoral, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

[EcoDebate] 1. Esses tempos um texto de Clodovis Boff suscitou um intenso debate sobre a Teologia da Libertação. Suas afirmações, entretanto, também abrangem o campo pastoral, inclusive das Pastorais Sociais. Extremamente contundentes, não deixam de provocar pessoas – que como eu – há décadas trilham os caminhos das Comunidades Eclesiais de Base e Pastorais Sociais. Imagino que devem ter impactado muitos outros que também fazem esse percurso. Quero comentar apenas

Desintoxicando os excessos do etanol, artigo de Urubatan Pinheiro

O fenômeno do aquecimento global desencadeou uma corrida desenfreada pelas chamadas energias alternativas ou limpas. O Tratado de Quioto selou um acordo entre vários países para uma forma de relação mais responsável entre homem – natureza. Por conta dos acordos firmados, paises desenvolvidos e em desenvolvimento passaram a buscar formas alternativas para viabilizarem a redução das emissões de CO2. Estados Unidos e China, embora não tenham assinado o Tratado de

Amianto: uma batalha está sendo travada entre trabalhadores, sindicatos e indústria. Entrevista especial com Eduardo Algranti

A luta pelo banimento do amianto (ou absento) na produção industrial brasileira ganhou força com a lei estadual de São Paulo que proíbe o seu uso. Agora, uma luta se trava nacionalmente. De um lado, estão os trabalhadores ameaçados ou doentes em função da inalação do pó de amianto e pesquisadores e profissionais da saúde que tratam deste assunto que são a favor do banimento do uso deste mineral. Do

Ministro do Desenvolvimento Agrário afirma que país está protegido da crise de alimentos, mas não está imune

O Brasil está bem protegido da crise mundial de alimentos, graças ao progresso da agricultura familiar, mas não está imune às ameaças. A avaliação é do ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel. Para ele, o governo precisa agir com responsabilidade e “tomar todos os cuidados”. Por Paula Laboissière, da Agência Brasil. 2628

Pará: MPF denuncia fazendeiro à justiça por trabalho escravo

Com esse, já são 64 denunciados só nos primeiros 6 meses de 2008, por desrespeitar direitos dos trabalhadores e mantê-los em condições subumanas e degradantes. O fazendeiro Antonio Pereira Vieira, de Paragominas, nordeste do Pará, foi denunciado à Justiça Federal pelo crime de trabalho escravo. Ele é acusado de ter mantido 43 trabalhadores em condições subumanas e degradantes na fazenda Atalaia II. Eles eram vítimas da chamada servidão por dívidas –

Florestas de eucalipto substituem campos

Pecuária tradicional, e mais sustentável, perde espaço para plantações que vão abastecer a indústria de papel; 59% do bioma já foi desfigurado. Geada no interior do município de Coxilha em local já devastado Tadeu Vilani/AG RBS PORTO ALEGRE - Já desgastado pelas frentes agrícolas que semearam arroz em banhados drenados nos anos 70 e, logo depois, por soja nas coxilhas de terra pobre, o cenário do pampa vai mudar de novo com a

Rio Grande do Sul: Fepam descumpre lei e beneficia Aracruz Celulose

Porto Alegre (RS) – Na última terça-feira (01), a Fundação Estadual de Proteção Ambiental do Rio Grande do Sul concedeu Licença de Implantação para a quadruplicação da fábrica da Aracruz, em Guaíba, na região metropolitana. No entanto, a Secretaria do Meio Ambiente de Porto Alegre não foi consultada, como é previsto em lei. Por Paula Cassandra, da CHASQUE Agência de Notícias, 03/07/2008 20:57. 2624

Biodiesel: onde estão a mamona e o pinhão? artigo de Humberto Viana Guimarães

[Gazeta Mercantil] O presidente Lula em seu discurso na FAO (03/06) declarou que "vejo, com indignação, que muitos dedos apontados contra a energia limpa dos biocombustíveis estão sujos de óleo e de carvão". Se o Senhor Presidente tivesse sido mais bem informado a respeito do que está acontecendo na fabricação do biodiesel brasileiro, talvez não teria sido tão enfático nas críticas. 2623

Top