Transgênicos: As sementes do mal. A silenciosa contaminação de solos e alimentos, de Antônio Inácio Andrioli e Richard Fuchs (orgs)

O conteúdo do livro…
– A não esclarecida morte de 70 vacas leiteiras após terem sido tratadas por um longo período com milho transgênico.
– O quanto é confiável a pesquisa encomendada a biólogos moleculares?
– Qual é a influência de lobistas sobre a liberação de plantas transgênicas realizada em Bruxelas e Berlim?
– Semente transgênica não rotulada em programas de combate à fome.
– A eliminação de pequenos agricultores nos EUA e a crescente resistência.
– Monsanto: com 75 advogados e um orçamento de 10 milhões de dólares contra os agricultores
– Substâncias alérgicas na soja.
– Alimentos transgênicos e seus efeitos.

Sobre o livro…
A contaminação do solo por pesticidas e transgênicos, a intoxicação de animais e pessoas e a alteração genética provocada espontaneamente em culturas convencionais ou variantes selvagens, e entre diferentes espécies, decorrentes do cultivo de transgênicos, causando problemas ambientais ainda imprevisíveis, é um dos temas centrais deste livro, do qual derivam as várias análises multifocais que acabam por englobar os aspectos histórico-ambiental, econômico, socioambiental, político–judicial, jurídico e político-econômico que envolvem os processos de liberação e comercialização para consumo de OGMs.

O livro relata a sensível alteração no âmbito da agricultura, saúde e ambiente, em pouco tempo de experiência com plantio e consumo de derivados de OGMs que fizeram com que grande parte dos estados da UE se declarassem territórios livres de transgênicos e se criassem as condições para que mercados, como o europeu e o chinês, priorizem hoje a importação exclusiva de grãos convencionais para seu consumo interno, na alimentação. Também se explora as relações políticas e econômicas que interferem especificamente sobre a comercialização da soja no mundo, em determinados países da América Latina e no Brasil, com sua posição estratégica neste quadro.

O propósito do livro é munir o leitor de informações adequadas para o conhecimento e entendimento dos reais riscos envolvidos na utilização de transgênicos, reunindo diversos casos e enfoques sobre o tema, proporcionando uma argumentação válida, calcada em fatos reais, resultados científicos e análises abrangentes e coerentes, para o cidadão-consumidor brasileiro em relação às suas escolhas e direitos, dentro de uma discussão mais geral sobre a condução pública da questão, que, no momento, tem desrespeitado leis internacionais de precaução e biossegurança.

Sobre os autores/organizadores…
Antônio Inácio Andrioli nasceu no ano de 1974 em Campina das Missões (Rio Grande do Sul). Atuou, inicialmente, como Técnico em Agropecuária. Mais tarde, concluiu a Licenciatura Plena em Filosofia, Psicologia e Sociologia e, logo em seguida, a Especialização Superior em Cooperativismo. É Mestre em Educação nas Ciências, pela Unijuí e Doutor em Ciências Econômicas e Sociais pela Universidade de Osnabrück (Alemanha). Sua tese de doutorado intitulada “Soja orgânica versus soja transgênica: um estudo sobre tecnologia e agricultura familiar na Fronteira Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul” foi publicada em 2007 pela Editora Peter Lang de Frankfurt (Alemanha). Andrioli é conhecido como crítico da globalização e um intelectual engajado nos movimentos sociais de pequenos agricultores e sem terras. Em função do excelente desempenho acadêmico e do seu engajamento social e político na Alemanha recebeu em 2004 o Prêmio de Estudante Estrangeiro do DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico). Atualmente atua como professor do Mestrado em Educação nas Ciências da Uniciais da Unijuí: www.andrioli.com.br

Richard Fuchs nasceu em 1937. É especializado em novas tecnologias, especialmente nas áreas de alimentação, biomedicina, transplante de órgãos e transgênicos. É autor dos livros Comida transgênica: alimentação do futuro? e Comida funcional: medicamentos em alimentos, publicados em 1997 e 1999, respectivamente, pela Editora Gesundheit de Ullstein Berlim (Alemanha). Além disso, tem atuado como consultor em audiências na Comissão de Saúde do Parlamento Alemão com relação aos processos legislativos envolvendo transplantes de órgãos. Outras publicações: Morte em caso de necessidade: O negócio assassino com o transplante de órgãos, juntamente com o Prof. Dr. K. A. Schacht schneider, publicado em 1996 (Ullstein Berlin); Doar o que não nos pertence, publicado em 1999 (Hamburgo); Morte por encomenda, organizado juntamente com Ilse Gutjahr e Martin Jung em 1997 (Lahnstein); O negócio com a morte, publicado em 2001 (Düsseldorf) e Monopolização de nossos alimentos, publicado em 2005 no livro Como a classe média pode sobreviver à globalização?, organizado por Eberhard e Eike Hamer (Unna).

Lançamento durante a semana do Meio Ambiente…
São Paulo/SP: dia 6/6 no Instituto Rosa Luxemburgo, com presença de IDEC, Greenpeace, etc.
Santa Rosa/RS: durante a realização do IV Seminário Internacional sobre Formação Docente XV Semana de Educação Ambiental XI Encontro Nacional de Educação, promovido pela Unijuí.

EDITORA EXPRESSÃO POPULAR
www.expressaopopular.com.br
ISBN: 978-85-7743-061-1
Número de páginas: 280
Preço: R$ 15,00

Top