Um em cada cinco pobres chega ao ensino médio

Unesco mostra que desigualdade econômica pesa mais no acesso ao ensino do que diferenças raciais BRASÍLIA. As desigualdades econômicas pesam mais no acesso à educação do que as disparidades regionais e raciais. É o que mostra estudo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) que comparou dados de escolarização no Brasil. A maior diferença ocorre com jovens de 15 a 17 anos matriculados no

Câmara pede à Justiça para reconsiderar indiciamento de quase 10 mil mulheres por aborto

O quadro do aborto no Brasil é mais grave do que se imaginava e exige mais do que o simples tratamento jurídico. A constatação é do deputado federal Pompeo de Mattos (PDT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Na última quarta-feira (30), a comissão divulgou nota oficial defendendo a reconsideração do pedido de indiciamento de 9.896 mulheres pela prática de crime de aborto em

Promotor que indiciou mulheres por aborto no MS defende revisão da legislação

O aborto é uma questão social que precisa ser discutida pela sociedade e o Congresso Nacional. Enquanto não houver mudanças na lei, não será possível alterar práticas jurídicas e policiais. A avaliação é do promotor do Ministério Púbico do Estado do Mato Grosso do Sul, Paulo César dos Passos, responsável pelo pedido de investigação de cerca de 10 mil mulheres que teriam praticado aborto em uma clínica em Campo Grande

permacultura: Chácara próxima a Brasília mostra experiências de construção sustentável

Wilson Dias/ABr Brasília - Leandro Jacinto, administrador da Chácara Asa Branca, uma das experiências brasileiras de permacultura, conceito de planejamento e execução de ocupações humanas de forma sustentável, com respeito ao meio ambiente A 25 quilômetros de Brasília, uma área de cerrado quase intacta abriga construções de barro com telhados gramados, aproveitamento de água da chuva e produção de alimentos sem agroquímicos, numa paisagem que nem de longe lembra a capital de

Terras indígenas detêm devastação na fronteira

Se floresta em pé for critério de soberania nacional, então as terras indígenas em faixa de fronteira na Amazônia deveriam ser estimuladas -e não criticadas- pelos militares. Um novo levantamento mostra que essas reservas são eficientes em conter o avanço da grilagem e do desmatamento. Na maioria delas, o desmate acumulado até 2006 é igual ou menor que 1% de sua área. A reportagem é de Cláudio Angelo e publicada

Campeãs de derrubada de matas fogem de cadastro

Só 20% das 15 mil fazendas seguiram ordem do governo - Nos 36 municípios da Amazônia que mais desmataram no final de 2007, apenas 20% da propriedades rurais com áreas superiores a quatro módulos fiscais (entre 60 e 80 hectares, dependendo do município) fizeram o recadastramento exigido pelo governo federal. Por Sílvia Freire, da Agência Folha, na Folha de S.Paulo, 03/05/2008. 1147

Clima e Desmatamento: A Floresta e o Clima

Se a humanidade tivesse de pagar por serviços ambientais que as florestas tropicais prestam – seja pelo controle climático ou pelo ciclo de carbono -, logo descobriria o verdadeiro custo de sua devastação. Elas reciclam cerca de 8% do carbono global presente na atmosfera. Parece pouco, mas trata-se de um processo crucial para a vida na Terra. E fazem isso simplesmente ao existirem: por meio da fotossíntese, as plantas absorvem

Alimentos: mais como negócio, menos para alimentar pessoas, artigo de Leonardo Boff

[O Tempo] O mundo está se alarmando com a alta do preço dos alimentos e com as previsões do aumento da fome no mundo. A fome representa um problema ético, denunciado por Gandhi: "a fome é um insulto, ela avilta, desumaniza e destrói o corpo e o espírito; é a forma mais assassina que existe". Mas ela é também resultado de uma politica econômica. O alimento se transformou em ocasião

Cadê o agronegócio? Cadê os alimentos?, artigo de Bernardo Mançano Fernandes

A crise atual da inflação dos preços de alimentos na maior parte do mundo derruba dois mitos: 1 – O agronegócio é o grande produtor de alimentos; 2 - A fome e a desnutrição são causadas pelo fato da população não ter dinheiro para comprar alimentos e não pela falta de alimentos, que estariam sobrando. O agronegócio produz apenas uma parte dos alimentos a outra parte é produzida pela agricultura camponesa ou

Alteração climática aquece o Ártico e resfria a Antártida

WASHINGTON (Reuters) - O Ártico e a Antártida estão literalmente em pólos opostos quando se trata dos efeitos da mudança climática, disseram cientistas nesta sexta-feira. No norte, o gelo está derretendo e caindo no mar, enquanto no sul as atuais condições alimentam ventos que resfriam o ambiente. Por Deborah Zabarenko, da Agência Reuters, publicada pelo UOL Notícias, 02/05/2008 - 16h59. 1142

Top