Conferência deve apontar perspectivas de luta no São Francisco e no Semi-Árido

Representantes de organizações sociais, movimentos populares, povos e comunidades tradicionais, de 12 estados brasileiros, estarão reunidos a partir da próxima segunda-feira, 25, até o dia 27, em Sobradinho (BA), na Conferência dos Povos do São Francisco e do Semi-Árido. A programação inclui palestras, debates, plenárias e a construção de perspectivas para a continuidade das ações. Matéria de Clarice Maia, da Articulação Popular São Francisco Vivo, publicada no EcoDebate, 23/02/2008.

Cerca de 70 movimentos lutam pela terra no Brasil hoje, diz professor

São Paulo - Quando se fala em ocupação de terra no Brasil, o primeiro nome associado, geralmente, é o do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, o MST. No entanto, existem hoje no país 68 movimentos de sem-terra, catalogados no banco de dados do Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária (NERA), coordenado pelo geógrafo e professor Bernardo Mançano Fernandes, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Presidente Prudente.

Fórum ambientalista de MT decide combater movimento rural

A sorte está lançada. Ambientalistas de Mato Grosso decidiram “endurecer” o jogo contra o movimento dos produtores rurais, o chamado “Reage Nortão”, que tem como finalidade atacar as medidas restritivas do Governo Federal. O embate promete ser duro. Contrapondo a audiência pública promovida pela Assembléia Legislativa, de maioria ligada a produção, o Fórum Mato-grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento – (Formad) lançou nova para “explicitar o apoio ao Ministério do

Pará oficializa lista vermelha e cria programa Extinção Zero

Medida é vista por cientistas e ambientalistas como ato históricoe exemplo pioneiro de proteção às espécies ameaçadas - Uma medida cujas conseqüências ainda são de difícil percepção pela sociedade, mas que coloca o Pará, segundo maior estado da Amazônia Brasileira, numa posição de vanguarda no mundo no campo das ações de preservação de espécies ameaçadas pelo desmatamento. Matéria de Lázaro Magalhães, da Agência Museu Goeldi, publicada pelo EcoDebate, 23/02/2008. 500

Redução da Faixa de Fronteira avança no Senado. Stora Enso beneficiada

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quinta-feira (21) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a faixa de fronteira de 150 km para 50km. A PEC foi criada em 2006 pelo senador gaúcho Sérgio Zambiasi (PTB) e prevê a diminuição da largura da faixa do Mato Grosso do Sul até o Rio Grande do Sul. Na proposta, o senador também defendia a alteração da

Cientistas alertam para extinção em massa no ecossistema marinho em décadas

Mônaco - A vida marinha poderá sofrer extinção em massa em poucas décadas se a pesca intensiva, as mudanças climáticas, a acidificação da água, a poluição e o desenvolvimento litorâneo não forem combatidos, segundo um relatório apresentado hoje pela ONU. Por Alonso de Contreras, da Agência EFE, publicada pelo UOL Notícias, 22/02/2008 - 15h10. O relatório "In Dead Water" ("Em Águas Mortas"), elaborado por uma equipe de cientistas por incumbência do

O mistério do desaparecimento das abelhas continua

O pesticida fipronil, comercializado sob o nome Régent pela empresa química alemã BASF e proibido na França desde 2004 para o milho e para o girassol, pode causar "riscos inaceitáveis" às abelhas, segundo um relatório oficial do Ministério da Agricultura francês. Mas também foram encontradas amostras de imidaclopride, a molécula ativa do Gaúcho, pesticida produzido pela Bayer, igualmente proibido na França desde 1999. Segue a íntegra de matéria de Gaëlle

Estudo aponta risco de febre amarela urbana transmitida por novo vetor

Presença do ‘Aedes albopictus’ onde circula vírus da doença tem ‘conseqüências imprevisíveis’, diz pesquisa - Estudo financiado pelo Ministério da Saúde alerta para uma “ameaça potencial à expansão territorial do vírus da febre amarela silvestre” no País, “com conseqüências imprevisíveis para a saúde pública”. Por Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo, 22/02/2008. 496

Portugal apresenta programas para eficiência energética

Lisboa, 21 fev (Lusa) - O governo português apresentou nesta quinta-feira um conjunto de 12 programas destinados a alcançar 10% de eficiência energética até 2015, que passam pela adoção de medidas nas áreas de fiscalização (impostos), transportes, indústria e reabilitação urbana, entre outras. Matéria da Agência Lusa, publicada pelo EcoDebate. 495

Top