Municípios do RJ vão conceder licenças ambientais para projetos de pequeno porte

O governo do estado do Rio de Janeiro quer descentralizar a concessão de licenças ambientais para empreendimentos de pequeno porte. Com esse objetivo, o governador Sérgio Cabral e o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, assinaram ontem (16) um acordo que vai favorecer 15 municípios do estado do Rio de Janeiro, como Barra Mansa, Macaé, Nova Friburgo, Teresópolis e Volta Redonda. Por Fabíola Ortiz, da Agência Brasil 918

Pesquisador comenta matéria Com estímulo oficial, floresta vira capim

“O sustentável passa a ter uma conotação de interesses, de tão irreal que é. Ou seja, burla-se em nome de ocupação racional; alguns ganham. O provável é que, depois de uns 50 anos, as capoeiras decorrentes virem pastagem” . Leia o texto de Carlos R. Spehar, professor e pesquisador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da UnB: 917

Falta comida ou é demasiadamente cara?

Tudo indica que a fome no mundo aumentará. Apesar da enorme riqueza, cada vez mais será maior o número de pessoas que terão dificuldades para ingerir as calorias mínimas necessárias para viver dignamente. Não se trata de retomar as presisões sombrias de Thomas Malthus, no século XIX. A análise é de janeiro de 2008 e subscrita pela FAO, a agência da ONU para a alimentação. O alarme tem fundamento ou,

Protecionismo nos biocombustíveis supera preocupações ambientais

SÃO PAULO (Reuters) - Apesar da preocupação mundial com o aquecimento e com o impacto da produção de biocombustíveis sobre o preço dos alimentos, os governos pouco fazem para incentivar o comércio internacional de combustíveis mais baratos e ambientalmente corretos, segundo especialistas. Por Inaê Riveras, da Agência Reuters, publicada pelo UOL Notícias, 16/01/2008 - 19h51 914

Mudança climática ameaça a costa britânica, diz governo

Relatório oficial informou que 2006 foi o ano mais quente já registrado para os oceanos britânicos NOVA YORK - A mudança climática está aquecendo águas britânicas, erodindo a costa, prejudicando a vida marinha e aumentando o risco de o país ser atingido por tempestades e enchentes devastadoras, informou o governo britânico em relatório divulgado nesta quarta-feira, 16. O levantamento - chamado 'impactos na mudanças do clima marinho' - foi realizado por

Militantes sociais do Pará debatem sobre Venezuela, artigo de Rogério Almeida

[EcoDebate] Faz tempo que os olhos do mudo se debruçam sobre as riquezas da Amazônia. Não é de hoje que os saques se sucedem. A região coleciona mortes de muitos irmãos. Fomos saqueados pelos espanhóis e portugueses. Em seguida pelos estadunidenses. Inverter tal curso é o nosso trabalho. A linha política da República Bolivariana da Venezuela é a emancipação a partir do fortalecimento da sociedade local. 912

A farsa do biocombustível da Brasil Ecodiesel no Piauí, artigo de Tânia Martins

[Razoar] Em março de 2004, quando o presidente Luis Inácio Lula da Silva anunciou a nação brasileira, direto da Fazenda Santa Clara, no município de Canto do Buriti, a 400 quilômetros de Teresina, que o Brasil estava dando o primeiro passo para a substituição dos combustíveis fósseis por um combustível limpo, o biocombustível, produzido a partir da mamona, pela empresa Brasil Ecodiesel, talvez não imaginasse que por trás da encenação

Verba de programa nuclear não terá corte, avisa Jobim

Os R$ 130 milhões destinados ao programa nuclear brasileiro em 2008 estão garantidos. O empreendimento, considerado estratégico pelo governo, que o associa ao plano de expansão da malha de usinas elétricas, não vai perder recursos em conseqüência do impacto do fim da CPMF. Segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim, há cinco dias o presidente Lula “reafirmou a garantia de manutenção dos meios para o bom andamento do programa nuclear”.

efeitos neurológicos do marketing: Vinho mais caro causa mais prazer, indica pesquisa

Um mesmo vinho pode ser muito mais agradável ao paladar quando vendido a R$ 200 do que quando seu preço é R$ 10, segundo indica uma pesquisa recém-publicada pelo California Institute of Technology, nos Estados Unidos. Segundo o estudo, o fator psicológico faz com que o grau de satisfação com o vinho aumente de acordo com o seu preço, tornando-o mais agradável ao paladar. Matéria da BBC Brasil, 14 de

Top