Especialistas franceses têm dúvidas sobre milho transgênico

Paris, 09 Jan (Lusa) – Um grupo de especialistas franceses detectou elementos “científicos negativos” em milho transgênico da variedade MON 810, o único cultivado na França. Matéria da Agência Lusa, publicada pelo UOL Notícias, 09/01/2008 – 20h48

O estudo foi elaborado pela Alta Autoridade para os Organismos Geneticamente Modificados e divulgado pelo presidente da entidade, Jean-François Legrand, que entregou uma cópia da análise ao ministro francês da Ecologia, Jean-Louis Borloo.

Legrand, senador do partido governamental UMP, disse à imprensa que o estudo permitiu detectar “elementos científicos negativos novos e com impacto sobretudo na flora e na fauna”.

“Temos sérias dúvidas” sobre o comportamento do milho MON 810, afirmou Legrand, empregando uma frase que pode influenciar a decisão do governo acerca do cultivo deste organismo geneticamente modificado (OGM).

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse na terça-feira estar disposto a ativar a cláusula de proteção sobre os OGM se a Alta Autoridade revelasse “sérias dúvidas” sobre aqueles que estão a ser cultivados na França a Comissão Européia (braço executivo da União Européia) ter uma resolução sobre o assunto.

Desta forma, o cultivo de uma planta transgênica ficaria proibido na França até a autorização da UE. Por outro lado, o governo francês anunciou nesta quarta-feira que o projeto de lei sobre os OGM será debatido a partir de 5 de fevereiro no Senado.

Top